“Continuar-me”, nova exposição de Isabelle Tuchband e Verena Matzen, na ProArte Galeria

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 7 agosto, 2012 16:07

“Continuar-me”, nova exposição de Isabelle Tuchband e Verena Matzen, na ProArte Galeria

Em dois universos de criações e experiências distintas, através de cores, formas e  simbologias, Isabelle Tuchband e Verena Matzen realizam exposição na ProArte Galeria, com abertura prevista para o dia 30 de Agosto (quinta-feira), às 20h.

“Continuar-me”, propõe uma perspectiva onde as cores poetizam as memórias do cotidiano do artista plástico Émile Tuchband (1933 – 2006), pai de Isabelle. As duas artistas tiveram uma influência marcante com a estética desse pintor e arquiteto francês, radicado no Brasil.

Em “Continuar-me”, a extensão do trabalho de Émile pode ser conferida nas 60 obras com as técnicas em acrílico sobre tela, colagem e cerâmica.“Meu pai era um exemplo de ser humano. Mostrou-me como é possível a arte transmutar as dificuldades da vida em alegria e em como viver no amor. Creio que a alegria é uma essência dos Tuchband´s”, recorda Isabelle. Durante suas viagens sazonais à Europa, Émile encantava os franceses com as cores e as alegrias de suas telas. Herança dos tempos em que trabalhou como assistente do mestre surrealista Marc Chagall (1887-1985). Era um apaixonado por moda e pelos estilistas de sua geração, como Yves Saint Laurent, Pierre Cardin e André Courrèges.

Para Isabelle Tuchband, expor suas inquietações e felicidades na ProArte Galeria tem motivo duplo:  “A família Felmanas, responsável por leilões de artes desde a década de 80 foi marchand e próxima de meu pai. Além desta recordação afetiva, cumpre-se o que acredito na arte, que ela seja algo espiritual, metafísico e de energia”, confidencia. Nos quadros de Isabelle, a poética que se verbaliza por meio da colagem – ou como define a artista, “colar os meus cacos” – é uma ode as características que marcaram as suas criações, como o olhar para o multiculturalismo, os povos nômades – ciganos russos – os temas da cultura judaica, a paisagem única de Sevilla e suas toureiras e as figuras excêntricas, as delicadas e as românticas e múltiplas mulheres que se refazem em cada nuance das cores. Temas recorrentes e imagens do cotidiano como a casa, os filhos, os cachorros, as flores e sua percepção do mundo aparecem nas telas de Verena Matzen, que recria o “universo ao seu redor” com linhas livres, soltas e delicadas.

Neste painel de celebração à vida, além da apurada cartela de cores, texturas e ícones, a possibilidade em sentir e perceber o que unifica o trabalho destes dois olhares femininos nas artes: suas imagens que provocam – enquanto expressões artísticas – o desejo em sonhar e romper com o tempo e o espaço, fixando-as na memória.

A “Continuar-me” de Isabelle Tuchband e Verena Matzen tem abertura prevista para o dia 30 de Agosto, às 20 horas, na ProArte Galeria, que fica na Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1644 em São Paulo.

SERVIÇO
Exposição: Continuar-me
Artistas: Isabelle Tuchband e Verena Matzen
Número de obras: 60
Técnica: óleo sobre tela, colagens
Local: Galeria ProArte
Vernissage: Dia 30 de Agosto às 20 horas.
Período: 31 de agosto a 10 de outubro.
Entrada Gratuita.
Funcionamento: Segunda à quinta-feira, das 10-20hs. Sexta-feira das 10 às 19hs. Sábado das 10 às 14hs
Endereço: Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1644, Jardim Paulistano, São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3085-7488
Estacionamento no local
Acesso para portadores de deficiência
www.proartegaleria.com.br

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 7 agosto, 2012 16:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook