“Sonhos para Vestir”, de Sara Antunes com direção de Vera Holtz

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 5 julho, 2012 23:34

“Sonhos para Vestir”, de Sara Antunes com direção de Vera Holtz

A partir de uma reflexão lúdica e poética sobre sonhos – como alcançá-los e traduzi-los em palavras? – Sara Antunes interpreta o monólogo “Sonhos para Vestir”, de sua autoria, que volta à cena carioca no dia 14 de julho, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa. Com cenário assinado por Analu Prestes e direção de Vera Holtz, a peça estará em cartaz aos sábados e domingos, às 19h, com ingressos a R$5.

Considerada pela crítica como uma das melhores peças do Festival de Curitiba, em 2011, “Sonhos para Vestir” apresenta memórias de sua autora, a partir de sua relação com o pai, que faleceu há cinco anos. Apesar de morarem na mesma casa, pai e filha trocavam cartas com frequência com reflexões sobre a vida, utilizando citações de filósofos e poetas. Esta afetuosa relação está presente no espetáculo.

Através de palavras e sonhos, numa troca constante com o espectador, o texto estabelece um diálogo entre o vivido e o sonhado, o dia e a noite, a vida e a morte. É possível materializar um sonho? A partir do diálogo com o público, que é delicadamente convidado a entrar no jogo, Sara Antunes conduz o espetáculo, costurando um novo roteiro a cada apresentação.

Em 2010, Sara se encantou com a exposição “Memórias para se vestir”, de Analu Prestes, que trabalhou com a memória a partir de cartas de sua mãe a amigas, usando vestidinhos de papel. Sara então a convidou para criar um espetáculo-exposição. “Estava lendo o livro de um filósofo francês chamado Gastão Bachelard, que Sara havia me apresentado”, lembra a artista plástica. “Estávamos conectadas com a filosofia e o tema já vinha povoando meu imaginário quando surgiu a ideia. Veio naturalmente, fluiu como água”.

“Sonhos para Vestir” é uma peça de encontros. Entre os artistas envolvidos, a partir das mãos cheias de memórias da artista plástica Analu Prestes fazendo um cenário artesanal, evocando o espaço mágico e transitório da criação; a música ao vivo composta especialmente para o espetáculo, do músico Daniel Valentini, que conduz o público no caminho encantatório para o devaneio e as palavras e questões compartilhadas pela atriz e autora Sara Antunes. Para conduzir este encontro, durante o processo de criação, surgiu o convite para Vera Holtz dirigir a montagem. “Precisávamos de alguém para orquestrar”, brinca Sara.

O cenário-instalação é como uma parede de lembranças, feito de tecido leve, transparente, com diversas aplicações. Figurino e instalações foram criados para terem uma percepção ampla durante a encenação, e detalhada, após o espetáculo, onde o público pode percorrer o cenário como uma exposição.

O pianista Daniel Valentini criou a trilha sonora que é executada ao vivo, no espetáculo. O músico acompanhou todo o processo de criação, participando dos ensaios para mergulhar neste universo de sonhos e palavras. A música conduz o espectador a uma viagem única a seu interior familiar e imaginativo.

“Sonhos para Vestir” estreou em novembro de 2011 no Espaço SESC, no Rio de Janeiro, e em seguida esteve em temporada na Casa de Cultura Laura Alvim. De lá, seguiu para apresentações no interior do Rio, São Paulo, Minas Gerais e Paraná.  A peça teve uma elogiada participação no Festival de Curitiba, em 2011, e foi escolhida para representar o Brasil na Quadrienal de Praga 2011, no mesmo ano.

SOBRE SARA ANTUNES

Atriz e dramaturga, Sara Antunes é Bacharel em Filosofia pela USP e cursou a Escola de Arte Dramática (EAD/USP). Foi uma das fundadoras do Grupo Tablado de Arruar e do Grupo XIX de Teatro, ambos de São Paulo, tendo realizado turnês pelo Brasil, Portugal, França, Inglaterra e Cabo Verde. Atuou em português, francês e inglês. Atuou como atriz e dramaturga, nos espetáculos premiados “Hysteria”, “Hygiene” e “Arrufos”, com o Grupo XIX de Teatro. Criou e atuou no monólogo de sua própria autoria “Negrinha”, baseado em conto homônimo de Monteiro Lobato, na peça “As Meninas”, de Maitê Proença e Luiz Carlos Goés e “Temporada de Gripe” dirigida por Felipe Hirsch. Entre os principais prêmios que recebeu estão: APCA, Qualidade Brasil, por duas vezes, Nascente, além de ter sido indicada ao Prêmio Shell juntamente com o grupo. Foi ainda dirigida por Amir Haddad, Luiz Fernando Marques, Cleyde Yáconis, Cristiane Paoli Quito, Marcelo Lazzarato, Sérgio de Carvalho, Márcio Marciano, Renata Zanetha, José Celso Martinez Correa e Luiz Damasceno. No cinema, participou da preparação de atores do longametragem “Nosso Lar”, ao lado de Cristian Duurvoort, e na pesquisa do elenco de “Transeunte”, junto com Eryk Rocha. Como atriz, participou do longa “Mergulho”, dirigido por Pedro Henrique; “Agreste”, dirigido por Paula Maria Gaitán; “Elena”, de Petra Costa e”As Horas Vulgares”, de Rodrigo Oliveira e Victor Grazie. Além dos curtas “Veneno Carmim”, de Virginia Primo e “A Margem do Rio”, de Sofia Saadi.

SOBRE VERA HOLTZ

Atriz brindada com importantes prêmios, como o Shell e o Mambembe, Vera Holtz tem décadas de experiência no teatro, cinema e televisão. “Sonhos para Vestir” marca uma nova etapa em sua carreira, como diretora. Vera tem formação em artes plásticas e recentemente dirigiu “O Estrangeiro” com Guilherme Leme. Atualmente a atriz está na novela “Avenida Brasil”, da TV Globo, no papel de Mãe Lucinda.

SOBRE ANALU PRESTES

Analu Prestes tem importante trajetória em São Paulo e no Rio de Janeiro no campo das artes plásticas e teatro. Ganhou diversos prêmios de cenografia e trabalhou com nomes importantes na história do teatro Naum Alves de Souza, Luiz Antônio Martinez Corrêa, Zé Celso, Amir Haddad e Marco Nanini. Atualmente está na novela “Cheias de Charme”, da TV Globo, como Romana.

SERVIÇO
SONHOS PARA VESTIR
Local: Parque das Ruínas
Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa
Data: 19 de julho a 5 de agosto de 2012.
Horário: sábados e domingos, às 19h
Ingressos: R$5
Funcionamento da bilheteria: 1 hora antes do espetáculo.
Formas de pagamento: só dinheiro.
Telefone de Informações: (21) 2224-3922
Capacidade: 65 lugares
Classificação etária: 12 anos
Duração: 50 minutos

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 5 julho, 2012 23:34


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook