Taanteatro Companhia comemora 20 anos com espetáculo DANÇAS [IM]PURAS

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 2 julho, 2012 19:16

Taanteatro Companhia comemora 20 anos com espetáculo DANÇAS [IM]PURAS

TAANTEATRO COMPANHIA comemora duas décadas de criação cênica com DANÇAS [IM]PURAS obra inédita e de linguagem ousada que integra o projeto TAANTEATRO 20 ANOS, contemplado pelo Programa Municipal de Fomento à Dança para São Paulo.

O espetáculo estreia com temporadas na Galeria Olido (de 05 a 08 de Julho) e Teatro Sergio Cardoso (14 e 15 de julho e 21 e 22 de julho) e sintetiza elementos reunidos durante os vinte anos de experiências e pesquisas da Taanteatro, sob coordenação de sua diretora-fundadora, a encenadora, coreógrafa, performer e atriz Maura Baiocchi, criadora de mais de 90 espetáculos. Seu trabalho autoral, com técnica e teoria cênicas próprias, alçou-a a uma das mais importantes solistas do país e levou a companhia a diversos países, como França, Alemanha, Japão, Moçambique, Argentina e EUA, além de viajar pelo Brasil, em teatros do Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Distrito Federal, Espírito Santo, Pernambuco, Alagoas, Ceará e São Paulo.

DANÇAS [IM]PURAS não conta histórias. Por meio de uma atmosfera surreal e misteriosa convida o público a um encontro elementar com as dimensões poéticas e conflituosas da existência. Composta por um encadeamento de coreografias coletivas, duos e solos, o espetáculo envolve o espectador em situações e sensações intensas, vivenciadas por dançarinos que emergem do labirinto cenográfico – como em um sonho -, e percorrem a cena em trajetos inusitados e radicais para desaparecem sem explicação.

Os figurinos e objetos de cena Candelária Silvestro, unidos ao cenário de Roque Onofre Fraticelli (ambos renomados pintores argentinos), transformam os bailarinos em seres híbridos e ambíguos, portando cocares indígenas recheados de lixo tecnológico, girassóis, ou uma pomba da paz dilacerada com cabeça gigante. Um par de luvas de boxe, manchadas de sangue, e bailarinos usando imensos fios de cabelo pelo corpo: Um universo onírico que leva o público a sonhar acordado.

O compositor brasiliense Cláudio Vinicius Froes Fialho compôs a trilha sonora do espetáculo de uma forma bastante inusitada: gravou os sons corporais e vocais produzidos pelos bailarinos durante suas ações coreográficas para gerar uma sinfonia eletroacústica que permeia a encenação do espetáculo ao longo de 70 minutos.

Sob o ponto de visto conceitual e prático, DANÇAS [IM]PURAS retorna à tensão, princípio elementar do taanteatro (teatro coreográfico de tensões), para originar uma dança “mais pura possível”, livre de referências narrativas e teatralizantes. Ao mesmo tempo, concebe e encena “corpo e movimento” como fenômenos relacionais e dinâmicos num devir de permanentes contaminações energéticas com o mundo. A tensão, apesar de sua conotação negativa na linguagem cotidiana, permeia todos os fenômenos vivos e do corpo, inclusive o sorriso e o prazer. Essa é uma tese central do trabalho de pesquisa companhia.

DANÇAS [IM]PURAS é um espetáculo recheado de elementos e significações oníricas e de uma intensidade corporal  contagiosa que concretiza de forma coreográfica e na exploração da tensão muscular a simbologia dos quatro elementos da natureza: a terra, o ar, o fogo e a água, ligados a um dos principais temas desta montagem: a pureza. Ou melhor, a tensão entre purificação e hibridização nos processos da natureza e da criação.

A Taanteatro Companhia integra em sua própria produção cênica construção conceitual à prática corporal e criativa. A ‘tensão’ e a ‘ecorporalidade’, conceitos centrais de nosso trabalho desenvolvidos por Maura Baiocchi, implicam a conexão energética entre todos os fenômenos e acontecimentos da vida e do mundo.”, explica Wolfgang Pannek, produtor e preparador corporal da Taanteatro, cuja sede fica instalada em São Lourenço da Serra, localizada na região de Itapecerica da Serra, em São Paulo, um lugar de Mata Atlântica e flora riquíssima, com ipês, bambus, cedros, imbuias e manacás-da-serra. É neste cenário que os integrantes da Taanteatro vivem e experienciam – diariamente – o trabalho que é levado aos palcos.

As pessoas verão coisas enigmáticas nesse espetáculo. Mas essa presença se relaciona com o mistério da própria existência e é um convite à despadronização do cotidiano. As rejeições ao estranho e aos modelos de pureza moral ou racional pertencem à tentativa de salvar padrões. Nós esperamos que o público entre na viagem viva do espetáculo, que deguste o grau de energização e a intensidade das sensações do espetáculo, fazendo-o sentir e refletir sua própria riqueza interna e estimulando suas capacidades de ampliação experiencial e espiritual.” diz Wolfgang.

SERVIÇO
DANÇAS [IM]PURAS
Duração: 70 minutos
Recomendação: 12 anos

Primeira Temporada

05 a 08 de julho de 2012, Quinta a sábado às 20h e domingo às 19h
Galeria Olido – Sala Paissandu – Avenida São João, nº 473 – São Paulo / SP
Capacidade: 136 lugares
Informação: (11) 3397 0170 e (11) 3331 8399
Ingresso: ENTRADA FRANCA, distribuído meia hora antes

Segunda Temporada

14 e 15 de julho e 21 e 22 de julho de 2012, Sábados e domingos, 19h
Teatro Sérgio Cardoso – Sala Pascoal Carlos Magno – Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista, São Paulo, SP
Capacidade: 144 lugares
Informação: (11) 3288-0136
Ingresso: PREÇO R$ 15 e R$ 7,50 (meia) 

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 2 julho, 2012 19:16


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook