Museu da Imagem e do Som abre inscrições para dez novos cursos de férias

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 5 junho, 2012 18:51

Museu da Imagem e do Som abre inscrições para dez novos cursos de férias

O MIS, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, preparou uma programação especial de cursos para o período das férias de meio de ano. São nove atividades bastante variadas, que englobam cinema, fotografia, música, arte e outros. Um dos destaques é o curso Leis Rouanet e ProAc-ICMS, que acontece no início de julho. Os participantes irão aprender, passo a passo, o uso dos mecanismos de incentivo fiscal de fomento ao mercado de patrocínio cultural – da inscrição do proponente à prestação de contas, passando pelas estratégias de prospecção de potenciais patrocinadores, construção de planos de cotas e reciprocidades e plano de marketing do projeto.

Já para quem gosta de cinema, o workshop Cinema Expandido irá orientar a elaboração de projetos com instalações imersivas, interativas e ou outros modelos de interfaces audio-tatil-visuais. Ainda sobre o tema, acontece, a partir de 10 de julho, o curso História do Cinema: a evolução da linguagem cinematográfica. Serão seis aulas fundamentadas na exibição de cenas dos filmes e discussão em aula, de modo a propiciar um entendimento das diferentes técnicas narrativas, da origem das principais escolas cinematográficas e da evolução da linguagem do cinema, por meio da discussão de cenas de filmes como O Encouraçado Potenkim, Nascimento de uma Nação, Luzes da Cidade etc.

Um dos carros-chefe do MIS, a fotografia também é contemplada nos cursos de férias. Em 28 de junho, tem início História da Fotografia, que proporcionará ao aluno a formação de um repertório artístico-cultural que sirva como embasamento e ferramenta para o desenvolvimento de futuras produções cinéticas. Além desse curso, numa iniciativa de inclusão social, o MIS também abre, no dia 10 de julho, Iniciação à Fotografia – turma para deficientes auditivos. Flávia Bertinato abordará as funções da máquina fotográfica e questões compositivas de enquadramento, sempre com a atuação de um intérprete de Libras durante as aulas.

Luxo e arte

Os interessados em saber mais sobre tendências e comportamento podem aproveitar o curso Como os franceses inventaram o glamour e o luxo, que tem início no dia 3 de julho. A ministrante Flavia Galli Tasch, doutora em História pela Unicamp, abordará alguns aspectos que tornaram a França a “mãe” do luxo: a moda, a alta gastronomia e a produção de determinados objetos do desejo.

Também em julho, no dia 8, tem início o curso A Arte e os Arquétipos, que visa analisar o conceito de arquétipo sob diversas perspectivas – filosofia, literatura, arte, antropologia, teologia, psicologia, entre outros.

As Inscrições para todos os programas devem ser feitas pelo site do MIS (www.mis-sp.org.br). Confira, abaixo, a lista detalhada dos próximos cursos oferecidos pelo MIS:

Oficina de DJ´s
Data: de 05 de junho a 17 de julho de 2012, com 12 encontros
Horário: as terças e quintas-feiras, das 19h30 às 22h
Local: sala de interface
Vagas: 15 pessoas
Valor: R$60
Público alvo: interessados em geral (idade mínima 18 anos)
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Sinopse: Os interessados vão desvendar todos os segredos da arte de agitar as pistas de dança bem como informações sobre ética, comportamento, desenvolvimento de plataforma de negócios e novas tecnologias.Os alunos recebem apostila do curso e certificado de conclusão com assinatura do MIS/INTERGROOVE.  A INTERGROOVE é uma das maiores distribuidoras e prestigiadas marcas da música eletrônica mundial, sediada em Frankfurt (Alemanha) presente no mercado de música eletrônica brasileiro há 16 anos. Artistas como Carl Cox, BookaShade, Paul Van Dyk, Gui Boratto, Sven Vath, Paulo Boghosian, Tocadisco, Ramon Tápia, André Torquato, entre centenas de outros, tem seu trabalhos distribuídos pela Intergroove, que detém um enorme know-how que se estende a um curso de DJ´s renomado no mercado.
Sobre o professor: DJ BETO DIAS – Remixer do mega hit “Born Slippy” de Joe K. e de 2 CDs da Ministry Of Sound. A carreira profissional de Beto Dias, 37 anos, teve início em meados de 1992, na Soul Train Club, região dos Jardins, tocou em vários clubs em São Paulo Dado Bier, O Leopoldo, Unique, BCBG, Donna, Dolce, Peccato, entre outros. Desde então, Beto toca em vários clubs e festas por todo o Brasil.

História da Fotografia
Data: de 28 de junho a 26 de julho de 2012, totalizando 05 encontros
Horário: as quintas-feiras, das 19h às 22h
Local: auditório LabMIS
Vagas: 66 pessoas
Valor: R$50
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Sinopse: Estudar a forma como o homem retratou e representou o mundo através da imagem. Dos desenhos da pedra da pré-história à revolução dos pixels na era digital, passando pelos principais cortes nas técnicas de representação e dos registros técnicos da imagem. O curso proporcionará ao aluno a formação de um repertorio artístico-cultural que sirva como embasamento e côo ferramenta para o desenvolvimento de futuras produções cinéticas. Ampliar nos alunos a capacidade de avaliar estética e criticamente as produções dos meios de comunicação. O conteúdo programático do curso abordará origens e conceitos do registro da imagem, as formas primitivas de registro e sua relação com a produção posterior, o surgimento e aprimoramento de elementos fundamentais da representação: perspectiva, uso da luz, pigmentos.
Sobre o professor: Vebis Stevanin Junior é graduado em Radialismo pela Universidade Metodista de São Paulo (2003) e Mestre pelo Instituto de Artes da Unesp. Coordenador do curso de Produção em Áudio e Vídeo na ETEC Jornalista Roberto Marinho, Professor de direção de cinema na Academia internacional de Cinema e Escola Livre de Cinema de Santo André, Fotografia pelo Museu da Imagem e do Som de SP, fotografia e produção nos cursos de Comunicação Mercadológica, Publicidade e Propaganda e RTV da Universidade Metodista, além de operador técnico de estúdios de cine e tv.

Iniciação à Fotografia – turma para deficientes auditivos
Data: 10 a 31 de julho de 2012
Horário: as terças e quintas-feiras, das 9h às 12h com uma saída externa.
Local: Oficina de Interfaces (15 alunos)
Valor:R$ 40
Critério de seleção: ordem de chegada das inscrições.
Observação: o curso será exclusivamente direcionado a pessoas com deficiência auditiva e contará com a atuação de um interprete de Libras.
Sinopse: O curso visa o conhecimento técnico e operacional das principais funções da máquina fotográfica e questões compositivas de enquadramento de modo que o aluno amplie as possibilidades para o seu registro. O obturador, diafragma, sistema de focagem, fotométrica e menu para otimização de cor serão abordados via a experiência prática no MIS e com uma saída fotográfica sob condição de iluminação natural. Durante os encontros, os alunos abordarão temáticas diversas: pessoas, objetos, paisagem, arquitetura.
Pré requisitos: Cada aluno deverá trazer a sua máquina e para melhor aproveitamento do conteúdo programático é aconselhável os modelos que tenham funções manuais com prioridade para abertura e velocidade.
Sobre a professora: Flávia Bertinato ministra cursos de instrumentalização fotográfica e outros também vinculados ao estudo da imagem. A artista realizou oficinas e cursos no MAM, Museu de Arte Moderna, Centro Universitário Maria Antônia – USP e unidades dos SESC. Graduou-se em bacharelado em Artes Plásticas pela UNESP (2002) e é mestranda na ECA-USP. Seus trabalhos estão em coleções particulares e públicas. Em São Paulo, os seus trabalhos são representados pela Galeria Marília Razuk e participaram de exposições individuais na Galeria Virgílio, Centro Cultural São Paulo, Centro Universitário Maria Antônia e de coletivas como; Realidades Imprecisas, SESC Pinheiros e Mostra Paralela, no Liceu de Artes e Ofícios.

Como os franceses inventaram o glamour e o luxo
Data: de 03 a 24 de julho de 2012
Horário: às terças-feiras, das 19h às 21h
Local: Auditório LabMIS
Vagas: 66 pessoas
Valor:R$40
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Sinopse: Comportamentos ligados ao luxo existem desde o período paleolítico, como afirma um dos maiores pensadores sobre o luxo. Gilles Kipovetsky. Mas, foi na corte do rei francês Luís 14 que o processo de valorização de artigos de luxo se deu. A partir de então, a sofisticação passou a andar lado a lado com a necessidade de distinção social.  Este curso abordará alguns aspectos que tornaram a França a mãe do luxo: a moda, a alta gastronomia e a produção de determinados objetos do desejo.
Sobre a professora: Flavia Galli Tasch é doutora em História pela Universidade Estadual de Campinas (2011). Mestre em Ciência da Informação e Documentação pela Universidade de São Paulo (2001). Graduada (1985) e licenciada (1985) em História pela Universidade de São Paulo. Atua principalmente nos seguintes temas: história cultural, história e imagens, patrimônio histórico e artístico, desenvolvimento de exposições de história e material educativo para educadores e alunos. Publicou, entre outros, em co-autoria, o artigo “Memória evanescente” no livro “O historiador e suas fontes” (2009).

A Arte e os Arquétipos
Data: de 11 de julho a 03 de agosto de 2012, totalizando 08 encontros
Horário: as quartas e sextas-feiras, das 19h às 22h
Local: auditório LabMIS
Vagas: 66 pessoas
Valor: R$60
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Sinopse: O conceito de arquétipo pode ser entendido sob diversas perspectivas, tendo em vista uma ênfase na filosofia, na literatura, na arte, na antropologia, na teologia, na psicologia, na história das religiões ou na sua dimensão estritamente formal. Até na biologia, na física e na química há estudiosos que propõem teorias arquetípicas. Em todos esses contextos é possível compreender a sua estrutura e as suas funções, em uma perspectiva histórica, mas também atual. Basicamente criada por Platão, a noção de arquétipo se revestiu de diversos sentidos e amalgamou em si uma série de conceitos de natureza próxima: mito, símbolo, signo, figura, tipo, protótipo, alegoria, imagem, entre outras.
Sobre o professor: Rodrigo Petronio é editor, escritor e professor. Formado em Letras Clássicas e Vernáculas pela USP. É professor da Casa do Saber, da FAAP e da Fundação Ema Klabin. Também professor-coordenador do Centro de Estudos Cavalo Azul, fundado pela poeta Dora Ferreira da Silva. É autor dos livros História Natural (poemas, 2000), Transversal do Tempo (ensaios, 2002) e Assinatura do Sol (poemas, Lisboa, 2005).

Workshop câmeras HDSLR
Data: de 03 a 19 de julho de 2012
Horário: às teças e quintas-feiras, das 09h às 12h
Local: Sala de workshop
Vagas: 12 pessoas
Valor:R$50
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Pré requisito: o participante deverá ter sua própria câmera HDSLR
Sinopse: Com todos os avanços tecnológicos as câmeras HDSLR trazem a oportunidade de filmar com uma qualidade nunca antes possível para os produtores de baixo orçamento. Muito versáteis, porém com muitos segredos para obter a máxima qualidade que essas câmeras têm a oferecer. Passando por todas as etapas de configurações, lentes, captura de imagens, áudio para HDSLR e finalização de arquivos de vídeo, o workshop traz também a utilização de todos os equipamentos complementares específicos para câmeras HDSLR como gravadores de áudio (tascam dr-100), shouders ring, follow focus, matte box, slider e grua  afim de mostrar todas as possibilidades de equipamentos e testar a  criatividade na captura de imagens.
Público alvo: Ideal para amadores, curiosos ou profissionais do mercado que queiram se reciclar para filmagens com câmeras HDSLR.
Sobre o ministrante: Raphael Martinez é Diretor Multimídia responsável por todos os produtos audiovisuais da Dummy Produtora de Vídeo,  em cinco anos mais de 200 trabalhos produzidos sendo: filmes como a comedia premiada “Confissões de um Estagiário”,  e o filme Céus de Brigadeiro em parceria como  diretor Ricardo Contti entre muitos outros trabalhos como chamadas comerciais para TV, mais de 26 documentários lançados em todo o Brasil, filmes institucionais e muito mais produtos para TV e WEB.

Cinema expandido
Data: de 17 a 20 de julho de 2012
Horário: terça, quarta, quinta e sexta-feira, das 14h às 18h
Local: Sala de interface
Vagas: 20 pessoas
Valor: R$40
Público Alvo: o evento é aberto a artistas, cientistas, tecnólogos, professores, estudantes e ao público em geral.
Sinopse: O objetivo central do workshop é abordar de modo teórico e prático a linguagem de dispositivos de cinema expandido, instalações imersivas, interativas e ou outros modelos de interfaces audio-tatil-visuais. A idéia é orientar a elaboração de projetos. Desenvolver no aluno a competência para planejar e iniciar o desenvolvimento de propostas relevantes, de natureza prática, teórica e/ou hibrida, no campo de linguagens cinemáticas.
Sobre os ministrantes: A dupla atua em parceria no desenvolvimento de estratégias de experimentação e implementação de interfaces áudio-tátil-visuais, que possibilitam ao público explorar e interagir de maneira natural com bancos de dados e ambientes virtuais, remotos ou híbridos. Rejane Cantoni estudou Comunicação, Semiótica, Visualização de Sistemas de Informação e Interfaces Cinemáticas, em São Paulo e em Genebra; desde 1987pesquisa e desenvolve instalações imersivas com dispositivos de aquisição e manipulação de dados em ambientes naturais e ou sensorizados e automação. Leonardo Crescenti estudou arquitetura na FAU/USP, em São Paulo; desde1978 investiga e desenvolve projetos em várias mídias e suportes. Como diretor,realizou 13 curta metragens obtendo varias premiações e participações nacionais e internacionais, inclusive 3 participações na Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes.

Curso de férias: “Leis Rouanet e ProAc-ICMS – como usá-las de forma estratégica”
Data: de 03 a 24 de julho de 2012
Horário: as terças e quintas-feiras, das 9h às 12h
Local: Auditório LABMIS (66 pessoas)
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Valor: R$ 50
Sinopse: A Lei Rouanet, primeira política pública brasileira de renúncia fiscal para o setor cultural, foi promulgada há 20 anos e foi de suma importância para que Estados e Municípios iniciassem diálogos mais aprofundados com os setores artísticos da sociedade. Desse diálogo, surgiram outras iniciativas ligadas à renúncia fiscal, sempre com o intuito de impulsionar o mercado de patrocínios a projetos culturais. O objetivo do curso é apresentar, passo a passo, o uso dos mecanismos de incentivo fiscal de fomento ao mercado de patrocínio cultural, da inscrição do proponente à prestação de contas, passando pelas estratégias de prospecção de potenciais patrocinadores, construção de planos de cotas e reciprocidades e plano de marketing do projeto.
Sobre a professora: Ana Paula Galvão é sócia da Gesta Cultura, empresa comprometida com a busca e divulgação de soluções em gestão cultural para empreendimentos no âmbito da Economia Criativa, cuja expertise está na Gestão de Projetos Culturais. Especialista em Gestão Cultural e Organização de Eventos e graduada em Relações Públicas, ambas pela ECA/USP.

História do Cinema: a evolução da linguagem cinematográfica
Data: de 10 a 27 de julho de 2012
Horário: terças e sextas-feiras, das 14h às 17h
Local: Auditório LABMIS (66 lugares)
Valor: R$100
Critério de seleção: ordem de chegada das inscrições
Sinopse: Seminário de seis dias fundamentado na exibição de cenas dos filmes e discussão em aula, de modo a propiciar um entendimento das diferentes técnicas narrativas, da origem das principais escolas cinematográficas e da evolução da linguagem do cinema, por meio da discussão de cenas de filmes como O Encouraçado Potenkim, Nascimento de uma Nação, Luzes da Cidade , M O Vampiro de Dusseldorf, Cidadão Kane, Ladrões de Bicicleta, O Acossado, Psicose, O Poderoso Chefão, 2001 Uma Odisséia no Espaço e muitos outros, seguidos de discussão sobre suas principais características.
Sobre o professor: Formado em jornalismo pela PUC-SP em 1989, cursou Edição, Roteiro, História da Crítica e Crítica do Audiovisual na ECA-USP. Marcelo Lyra passou por quase todas as editorias de jornais até chegar ao Caderno 2 do Jornal O Estado de S. Paulo, em 1999, quando inicia-se como crítico de cinema.Atualmente é crítico do jornal Valor Econômico, da revista Língua Portuguesa e do site Cinequanon.

Oficina Final Cut Pro
Data: de 17 a 31 de julho de 2012
Horário: terças, quartas, quintas e sextas-feiras do período informado, das 14h às 17h
Local: Sala de workshop
Vagas: 12 pessoas
Valor: R$80
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Sinopse: O curso tem por objetivo capacitar os alunos a operarem o software de edição não-linear Final Cut Pro, abordando de forma aprofundada desde as ferramentas básicas até técnicas avançadas de montagem, manipulação de imagens e correção de cor. De forma simples e direta o aluno será apresentado ao mundo do vídeo digital, os diferentes formatos (SD e HD), características técnicas, como montar uma de ilha de edição, o mercado de trabalho e tudo o mais que envolve o trabalho do editor.
Sobre o professor: Profissional Apple Certified Pro, Bruno Miod trabalha há 13 anos com edição de vídeo digital e autoração de DVD. Formado pelo ATC (Apple Trainning Center) da Faculdade Veiga de Almeida, já ministrou cursos, workshops e palestras de Final Cut e DVD Studio Pro em empresas, faculdades e festivais de cinema. Editor dos Longa-Metragens Terra Prometida, de Pery de Canti, e Despertar das Amazonas, de Anna Penido.

Oficina Pure Data
Data: de 05 a 13 de julho de 2012, totalizando 6 encontros
Horário: todos os dias do período informado, das 14h às 18h
Local: Sala de workshop
Vagas: 12 pessoas
Valor: R$ 40
Critério de Seleção: ordem de chegada das inscrições
Sinopse: Será apresentado um tutorial extenso de PD, escrito pelo professor, que cobre sua sintaxe e elementos principais, mas também funciona como um detalhado manual de referência, além de conter exemplos básicos de áudio e vídeo. Focaremos em projetos práticos para melhor fixar e dominar o ambiente de programação com a assistência do professor. Alguns projetos serão dados durante o curso como exercício, mas os alunos serão encorajados a propor projetos próprios para desenvolvimento em sala de aula.
Sobre o professor: Alexandre Torres é músico, compositor e Doutor em Computação Musical pela USP. Atua em diferentes meios de produção musical e também colabora com projetos multimídia. Também trabalha com organização de eventos e festivais, tendo sido o principal organizador da Convenção Internacional de Pure Data no Brasil em 2009.

SERVIÇO
Museu da Imagem e do Som – MIS
Endereço: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo
Informações: (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$ 8.
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 5 junho, 2012 18:51


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook