Projeto leva arte a 30 estações-tubo

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 maio, 2012 09:35

Projeto leva arte a 30 estações-tubo

Até o próximo dia 4 de junho, 30 estações-tubo espalhadas pela cidade de Curitiba receberão obras da artista curitibana Janete Mehl. O projeto Transparência, o mais recente de uma onda de intervenções urbanas, é realizado pela ONG Universidade Livre da Cultura por meio da Lei de Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba, e tem patrocínio da Spaipa e Credipar e apoio da Urbs.

“O objetivo da mostra é democratizar os equipamentos públicos e potencializar sua utilização por meio de intervenções artísticas”, explica Ricardo Trento, diretor-executivo do projeto. Ele prevê que o visual temporário das estações-tubo crie oportunidades de reflexão e apreciação sobre os espaços públicos e ajude a fomentar um diálogo entre arte, cidade e cidadão.

A superintendente de marketing e vendas da Spaipa, Neuri Pereira, afirma que apoiar eventos que desenvolvam o potencial cultural e artístico das cidades é uma das plataformas de comunicação da empresa, que patrocina eventos culturais no Paraná e o interior de São Paulo. “O projeto ‘Transparência’ possibilita trazer a arte e a cultura para mais perto das pessoas, que terão a oportunidade de observar diariamente as obras de Janete Mehl”, comenta.

Sobre a artista – Janete Mehl nasceu em Curitiba em 1962 e iniciou sua carreira em 1986 com Raimundo Lewin Jaskulsi. Frequentou oficina de modelo vivo no Museu Alfredo Andersen e cursos de desenho e de extensão universitária com artistas consagrados, que ajudaram a elaborar sua técnica e estilo.

Tem uma extensa obra pictórica e seus quadros figuram em coleções particulares em vários estados do Brasil e no exterior. Já expôs individualmente em espaços como SESC e Banco do Brasil de Apucarana, Solar do Rosário e Estação Convention Center em Curitiba, além de exposições coletivas em diversas cidades do país e internacionais em um circuito privilegiado que envolve cidades como Roma, Lisboa, Madri, Londres e Paris. Recebeu menção honrosa internacional do Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, medalha do mérito artístico e cultural da Academia Brasileira de Artes, Cultura e História e Prêmio Talento do Paraná na pintura, em 2004.

Saiba quais estações fazem parte do projeto

Estação-tubo Centro Politécnico
Estação-tubo PUC
Estações-tubo UTFPR 1, 2 e 3 (sentidos bairro e centro)
Estação-tubo Museu Oscar Niemeyer
Estação-tubo Praça da Bandeira
Estação-tubo Marechal Deodoro
Estação-tubo Jardim das Américas
Estações-tubo Praça Tiradentes (sentidos CIC, Santa Felicidade, Campo Comprido, Colombo, Bairro Alto e Pinhais)
Estações-tubo Terminal Guadalupe (sentidos São José, Fazendinha, Sítio Cercado 1 e 2)
Estação-tubo Círculo Militar (sentidos Sul, Boqueirão, Norte e Centro Cívico)
Estação-tubo Hospital Militar
Estações-tubo Passeio Público (sentidos Norte e Sul)
Estação-tubo Estação Central (sentidos Norte e Sul)
Estação-tubo Praça Osório (sentido Leste)

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 maio, 2012 09:35


Escreva um comentário

1 Comentário

  1. Mariel Westphal junho 8, 20:00

    Nossa, que legal! Um pouco de cor para o nosso cotidiano corrido!

    Responder a esse comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel