Exposição aborda a arte como expressão do inconsciente

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 maio, 2012 16:52

Exposição aborda a arte como expressão do inconsciente

A materialização do inconsciente, uma compilação de emoções, sensibilidade e questionamentos. Esta pode ser considerada a síntese da exposição “Consciente do Inconsciente”, em cartaz no Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Curitiba – Masac, a partir das 9h desta sexta-feira (18).

A exposição é resultado de um projeto desevolvido e orientado pela artista plástica Odília Vallim no Complexo Médico Penal do Paraná, e permanece aberta ao público até o dia 15 de julho de 2012, com entrada franca.

“Consciente do Inconsciente” pode ser visto como um desdobramento do trabalho da pioneira Dra. Nise da Silveira, que revolucionou os métodos de tratamentos psiquiátricos e foi a responsável pela criação do Museu do Inconsciente, no Rio de Janeiro.

Para Odília, a arte permite expressar sentimentos e sensações, serve como instrumento para interpretação do mundo. Um modo de materializar como o indivíduo pensa, experimenta e vê suas experiências ao longo da vida. Utilizando a pintura como forma de canalizar esse emocional, o projeto busca a reintegração social dos pacientes do complexo.

SERVIÇO
“Consciente do Inconsciente”
Local: Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Curitiba – Masac
Endereço: Largo da Ordem, s/n – Setor Histórico
Data: 18 de maio a 15 de julho de 2012
Horário de visitas: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h; sábados e domingos, das 9h às 14h
Entrada franca

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 maio, 2012 16:52


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel