Sarau de Ideias – Da Semana de 22 ao Mangue Beat

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 14 abril, 2012 17:01

Sarau de Ideias – Da Semana de 22 ao Mangue Beat

No dia 17 de abril, às 18h30, no Teatro 1, o Centro Cultural Banco do Brasil dá início ao projeto Sarau de Ideias – Da Semana de 22 ao Mangue Beat, com a presença do diretor teatral José Celso Martinez Corrêa e do músico e escritor Fausto Fawcett, que falam sobre a Semana de Arte Moderna de 1922. A mediação do encontro é do músico Charles Gavin e o público será convidado a participar do evento com perguntas, cantando músicas ou mesmo dizendo poesias que tenham relação com o tema da noite.

Sarau de Ideias prevê a realização de oito debates mensais, com formato de sarau, de abril a novembro. O objetivo do projeto é o de discutir alguns dos principais movimentos e manifestações culturais ocorridos no Brasil, no século XX, como a Semana de 22, o Samba, a Bossa Nova, o Concretismo, a Tropicália, a Poesia Marginal, a cultura Hip-Hop, o Mangue Beat.

“Com Sarau de Ideias, o objetivo do CCBB é tanto o de produzir um programa de qualidade artístico-intelectual inegável, afinado com uma tendência de entretenimento em alta, quanto o de contribuir para a compreensão de alguns dos mais importantes momentos da vida cultural brasileira”, diz Marcelo Mendonça, diretor do CCBB Rio de Janeiro.

Com mediação dividida entre Gavin e o jornalista Mauro Ventura, os encontros vão reunir artistas e intelectuais de projeção nacional e estão abertos a todos os que queiram participar com perguntas, músicas, poesia e muita criatividade. Além de Zé Celso e Fawcett, confirmaram presença no projeto Antonio Cícero, Capinan, Chacal, Cid Campos, Ellen Oléria, Guinga, Teresa Cristina, Jards Macalé, José Roberto Aguilar, Miúcha, Moraes Moreira, Nelson Pereira dos Santos, Otto e Thaíde.

Fausto Fawcett é escritor e compositor. Escreveu os livros Santa Clara Poltergeist, Básico Instinto e Copacabana Lua Cheia. Participou das coletâneas A Visita,  Os Transgressores, Cartas do Fim do Mundo, Cidades Indizíveis e Páginas  do Futuro. Este ano, serão lançados Favelost, pela Martins Fontes, e Pororoca Rave, pela editora Escrita Fina. É autor de músicas de sucesso como Rio Quarenta Graus (com Laufer e Fernanda Abreu), Balada do Amor Inabalável (com Samuel Rosa) e Kátia Flávia (com Laufer). Participa como ator e roteirista da série Vampiro Carioca, exibida no canal Brasil.

José Celso Martinez Corrêa é um dos mais importantes diretores teatrais do País, líder do inquieto e irreverente Teatro Oficina, de São Paulo. Na década de 1960, encenou espetáculos antológicos, como Pequenos Burgueses, O Rei da Vela, Na Selva das Cidades, Galileu Galilei e o histórico Roda Viva, de Chico Buarque de Holanda, que foi retirado de cartaz pela censura da ditadura militar. Nos anos 1970, parte para o exílio em Portugal, onde encena vários espetáculos. Viaja a Moçambique, onde realiza o filme 25, sobre a independência daquele país. Volta ao Brasil no final dos anos 1970 e na década de 1980 atua como agitador cultural. Nos anos 1990, sua companhia passa por uma reorganização, propondo uma interação constante entre vida e teatro. Nessa nova fase, encena os espetáculos Ham-let, As Bacantes, Ela, Cacilda! e o projeto Os Sertões, que reúne cinco espetáculos, cada um com cinco horas de duração.

O debate A Semana de 22 terá duração de duas horas e as senhas para o evento podem ser retiradas com uma hora de antecedência, na bilheteria. O CCBB fica na Rua Primeiro de Março 66, Centro, tel.: (21) 3808-2020. Outras informações podem ser obtidas no site www.bb.com.br/cultura

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO CICLO

17 ABRIL

A SEMANA DE 22
Afinada com as tendências vanguardistas européias, a Semana de Arte Moderna de 1922 tinha por objetivo produzir uma arte 100% nacional. Como a Semana de 22 e o Manifesto Pau-Brasil influenciaram a literatura e a arte brasileiras?
Fausto Fawcett e José Celso Martinez Corrêa

22 MAIO

DESDE QUE O SAMBA É SAMBA
No início do século XX o samba, assim como o candomblé,  ainda era estigmatizado pelas elites do Brasil pós-escravocrata. Como foi que esse gênero musical, inicialmente discriminado e até criminalizado, acabou por se transformar em uma de nossas maiores manifestações culturais?
Guinga e Teresa Cristina

19 JUNHO

CONCRETISMO: VERBO, VOZ, VISÃO
Unindo verbo, voz e visão, a poesia concreta foi uma das principais realizações do Concretismo no país e, desde que surgiu por aqui, nos anos 1950, teve apaixonados seguidores e ferrenhos detratores. Qual o legado da arte concreta  e por que ela ainda é capaz de gerar polêmica?
Cid Campos José Roberto Aguilar 

17 JULHO

TROPICÁLIA E CONTRACULTURA
Foi na voz e atitudes de Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa, Torquato Neto, Capinan, Jards Macalé que o Brasil entrou definitivamente na libertária cultura jovem dos anos 1960\70. O que a experiência tropicalista, com sua ousadia e desbunde, deve à Contracultura?
Capinan e Jards Macalé 

21 AGOSTO

JAZZ BOSSA NOVA
A década de 1950 foi embalada pelo swing do Jazz, tanto nos EUA e Europa, quanto na América Latina. Qual a influência que os estilos jazzísticos, principalmente o Cool Jazz,  exerceram sobre a Bossa Nova? Qual a nossa imagem de futuro nesses anos dourados e como a música expressava esse ideal?
Miúcha e Nelson Pereira dos Santos 

18 SETEMBRO

POESIA MARGINAL
Nos anos 1970, em plena ditadura militar, a Poesia Marginal crescia, solta e rebelde, à margem do incipiente mercado editorial brasileiro. Como os poetas da (mal)dita Geração Mimeógrafo produziam e distribuíam sua poesia? Qual a contribuição desses poetas para a poesia brasileira contemporânea?
Antonio Cícero e Chacal

23 OUTUBRO

A CULTURA HIP-HOP
Foi na década de 1980, em São Paulo, no embalo da Break Dance, que a cultura Hip-Hop ensaiou seus primeiros passos em solo brasileiro. Como o Hip-Hop e o Rap estão ajudando a incluir os jovens nas periferias dos grandes centros urbanos?
Ellen Oléria e Thaíde

13 NOVEMBRO

MANGUE BEAT
Articulando centro e periferia, popular e cultura pop, ritmos locais e rock-and-roll, o Mangue Beat foi uma das principais manifestações artísticas dos anos 1990. Qual a importância desse movimento para a nova MPB?
Moraes Moreira e Otto

SERVIÇO
Evento: Sarau de Idéias – Da Semana de 22 ao Mangue Beat
Patrocínio: Banco do Brasil
Realização: Centro Cultural Banco do Brasil
Idealização/Curadoria: Beatriz Carolina Gonçalves
Debate: A Semana de 22
Data: 17.04.2012 – Terça-feira
Horário: 18h30
Debatedores: 
Fausto Fawcett e José Celso Martinez Corrêa
Mediação: Charles Gavin
Classificação indicativa: 12 anos
ENTRADA FRANCA – mediante retirada de senha, distribuída com uma hora de antecedência.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 14 abril, 2012 17:01


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel