MON promove mostra inédita da obra de Poty Lazzarotto

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 2 abril, 2012 13:23

MON promove mostra inédita da obra de Poty Lazzarotto

No dia 29 de março é aniversário de Curitiba e de Poty Lazzarotto. A cidade completa 319 anos e o artista, se estivesse vivo, faria 88. A Secretaria de Estado da Cultura do Paraná (SEEC) celebra a data com a inauguração, a partir das 19 horas, da exposição “Poty, de todos nós”, que tem curadoria de Oswaldo Miranda, o Miran. A mostra conta com o patrocínio da Volvo e da Copel e a entrada durante a inauguração é gratuita.

A mostra, que ocupará o salão principal do Museu Oscar Niemeyer (MON) , o Olho, reúne um pouco de tudo da vasta produção de Poty. Dos desenhos de infância, passando pelo material que ele produziu durante a temporada em que estudou na Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, até gravuras e outros conteúdos que ele realizou ao longo de seu percurso.

Entre os cerca de 800 itens, há materiais que nunca foram apresentados ao público, a exemplo de fotos que registram o convívio de Poty com a família e bilhetes e recados bem-humorados que o artista fazia para se comunicar com a sua esposa, Célia. A exposição também abre espaço às ilustrações feitas por Poty, para obras literárias, e para o trabalho que ele realizou com murais e vitrais. Além de estudos pouco conhecidos, como a viagem que realizou ao Xingu e os esboços para o desenvolvimento do livro “Curitiba, de nós”.

Artista múltiplo 

O secretário da Cultura, Paulino Viapiana, afirma que a exposição “Poty, de todos nós” vai evidenciar ao público a multiplicidade do trabalho de Poty Lazzarotto. “São poucos os artistas que conseguem transformar sua arte em algo inesgotável. Não apenas pela perenidade de suas obras, mas pelas múltiplas formas de se olhar para elas. É este caráter perene que encontramos na obra de Poty Lazzarotto. Sua arte está nos museus, nas ruas, nas fachadas, nas praças, nos livros. Técnicas, muitas. Estilo, único. Traços impecáveis e singulares”, diz Viapiana.

Já a diretora do MON, Estela Sandrini, lembra que essa exposição marca o encontro de dois artistas expressivos do Paraná, Poty e Oswaldo Miranda, o Miran, que assina a curadoria da mostra. “É a partir desse encontro, da obra de Poty com o olhar do Miran, que também teremos a oportunidade de encontrar toda a genialidade de Poty, o ser simples, o simples no ser”, diz Estela.

Miran conta que essa experiência de curador evidenciou, para ele, entre outras descobertas, o poder de síntese do Poty. “Sempre pensei que ele atingia aquele ponto de estilização, assim, de imediato. Mas não. Realmente tinha muito estudo e sua técnica se aprimorava a cada desenvolvimento. Poty não era um artista acomodado ao estilo que conquistou”, afirma Miran.

SERVIÇO
Poty, de todos nós
Abertura: 29 de março, às 19 horas, com entrada gratuita.
Período expositivo: 30 de março a 5 de agosto de 2012.
Visitação: de terça-feira a domingo, das 10 às 18h.
Ingressos: R$4 e R$2.
No primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita.
Salão Principal – Olho 
Museu Oscar Niemeyer 
Endereço: Rua Marechal Hermes, 999. Curitiba – PR

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 2 abril, 2012 13:23
Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Facebook

Sin City