Roney Giah conquistou a premiação Suggested Artist Honors promovida pelo Song of the Year

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 março, 2012 12:07

Roney Giah conquistou a premiação Suggested Artist Honors promovida pelo Song of the Year

Um júri formado por profissionais de gravadoras  internacionais (Warner Music, Universal, Sony Music, EMI, Virgin Records, Dreamworks, Capitol Records e CBS Radio), editores da revista Rolling Stone, vencedores e músicos indicados ao Grammy premiou o compositor, cantor e guitarrista Roney Giah com o título Suggested Artist Honors pela música Talentless lover. O reconhecimento é concedido pelo Song of the Year, que premia intérpretes e compositores de todo o mundo. A música premiada integra o CD e vinil Single Puzzle Piece Vol.01, que será lançado por Giah no mercado norte-americano no primeiro semestre de 2012. A canção – que ficou entre as melhores inscritas –, pode ser ouvida no link http://soundcloud.com/roneygiah/talentless-lover

 

Premiação internacional de incentivo a compositores, há 10 anos o Song of the Year destaca músicas nas categorias Pop, Country, Lyric Only, Rock, Instrumental, Hip-Hop, Christian, Adult Contemporary, Folk e Dance. Segundo Roney Giah, a existência desse tipo de premiação é importante porque estabelece um diálogo entre os compositores e a indústria fonográfica. “O Song of the Year aponta novos caminhos que podem contribuir para renovar o mercado; estar entre os escolhidos traz uma grande satisfação”, afirma o músico.

 

RONEY GIAH . PRÊMIOS & CARREIRA INTERNACIONAL

 

Formado pelo Musicians Institute of Technology, em Los Angeles (EUA), em 1994, Roney Giah estudou com Pat Metheny, Scott Henderson, Frank Gambale, Joe Diorio, Joe Pass, Stanley Jordan, Jenifer Batten (ex-guitarrista de Michael Jackson) e Cat Gray (tecladista do Prince). No Brasil, estudou com o maestro Claudio Leal Ferreira e com o Zimbo Trio, no CLAM.

 

Álbuns

 

Semente (1998)

Mais Dias na Terra (2006)

Yesterday´s tomorrow (2008)

Queimando a Moleira (2010)

Co´as goela e tudo (2011)

 

Premiações e indicações

 

Disputou o Prêmio Sharp 1998

Disputou o Prêmio Visa 1998 (edição instrumental)

Segundo lugar no Festival Berklee/Souza Lima (São Paulo)

Latin Grammy (pré-selecionado, edição 2006)

Prêmio TIM (pré-selecionado, edição 2006)

Indicado ao The Musicoz Award 2010 (categoria Best International Artist)

Menção Honrosa do Mike Pinder´s Songwars (2010)

Menção Honrosa do Billboard World Song Contest (2010)

Menção Honrosa do The John Lennon Songwriting Contest (2008) – curadoria de Yoko Ono

Segundo lugar Best World/Folk album of the year (CARAs 2011 – Contemporary A Cappella Recording Awards).

”CD do ano” – Prêmio Caiubí 2011

Suggested Artist Honors, Song of the Year 2012

 

Especiais

 

Trilha sonora do filme norte-americano No pain, no gain (2008)

Gravadora inglesa ASTRANOVA Records lança o CD Yesterday´s tomorrow (2008)

Música Argila é relançada no disco Pearl Brazilian Team 3 (1998)

Integra o portfólio do Jingle Punks, e-business musical (2009)

Entra na programação de 150 college rádios nos Estados Unidos e alcança o TOP 30 duas vezes (2011)

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 março, 2012 12:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!