Estudo sobre obra de Clarice Lispector é publicado pelo Instituto Moreira Salles

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 1 março, 2012 08:12

Estudo sobre obra de Clarice Lispector é publicado pelo Instituto Moreira Salles

O Instituto Moreira Salles lança no dia 8 de março o livro Clarice Lispector – Figuras da escrita, do crítico literário português e professor de literatura brasileira Carlos Mendes de Sousa. A publicação é uma reedição integral do texto com mesmo título publicado em Portugal em 2000, pela Universidade do Minho, em Braga, que teve uma tiragem de 500 exemplares. A edição do livro no Brasil faz parte de uma série de ações que há muito vêm se desenvolvendo no IMS em torno da obra de Clarice (veja abaixo).

 

Em Clarice Lispector – Figuras da escrita, o autor não se detém apenas na explicação de um gênero literário ou em aspectos específicos da poética clariciana. A pesquisa de Carlos Mendes de Sousa, iniciada no Rio de Janeiro em 1992, se debruça sobre toda a obra de Clarice em suas diferentes modalidades: romances, contos, crônicas, cartas e entrevistas.

 

Segundo Eucanaã Ferraz, consultor de literatura do Instituto Moreira Salles, trata-se do mais completo estudo até hoje realizado sobre a obra de Clarice Lispector. “É preciso observar que o autor mantém todo o tempo um diálogo generoso com a bibliografia de Clarice produzida até então, assim como vai buscar instrumental teórico em áreas como a filosofia, a psicanálise e a própria teoria literária”, explica Eucanaã. Apesar disso, Carlos Mendes Sousa define que “a publicação não deixa de ser uma iniciação à leitura de Clarice Lispector”.

 

Para Benjamin Moser, autor da biografia Clarice, (Cosac Naify, 2009), e também autor de texto de apresentação na publicação do IMS, “o livro combina o conhecimento dos mais sérios pesquisadores com o amor e a empolgação, mal disfarçados, que são marcos do clariciano legítimo”.

 

Carlos Mendes de Sousa é professor na Universidade do Minho e codiretor da revista de poesia Relâmpago. Tem se dedicado especialmente ao estudo da literatura brasileira e da poesia portuguesa moderna e contemporânea. Além dos ensaios sobre Clarice Lispector, destacam-se os seus trabalhos sobre Machado de Assis, João Cabral de Melo Neto, Miguel Torga, Sophia de Mello Breyner Andresen, Eugénio de Andrade, Fiama Hasse Pais Brandão e Eduardo Lourenço.

 

Clarice Lispector no IMS

 

Desde 2004, a Reserva Técnica Literária do Instituto Moreira Salles guarda, entre outros, o Acervo Clarice Lispector, do qual fazem parte uma biblioteca de cerca de mil livros; manuscritos dos romances A hora da estrela, de 1977, e Um sopro de vida, de 1978; datiloscrito encadernado de A bela e a fera, de 1979; e dois quadros pintados pela autora. Grande parte do acervo já foi catalogada e está disponível para pesquisadores. No mesmo ano em que passou a abrigar o Acervo Clarice Lispector, o IMS homenageou-a com a edição de um volume duplo (n. 17 e 18) da série Cadernos de Literatura Brasileira, com direção editorial de Antonio Fernando De Franceschi.

 

Além de cronologia da vida e da obra da autora, elaborada em conjunto pela professora Nádia Battella Gotlib (USP) e pela equipe do IMS, o volume reproduz os manuscritos de A hora da estrela e traz ensaios assinados por Carlos Mendes de Sousa, Silviano Santiago, Vilma Arêas, Berta Waldman, Yudith Rosenbaum, Olga de Sá e Benedito Nunes. Em setembro de 2009, o IMS realizou, em sua sede no Rio de Janeiro, em parceria com o Arquivo-Museu de Literatura Brasileira da Fundação Casa de Rui Barbosa, a exposição Clarice pintora.

 

Com curadoria de Liliana Giusti Serra, foram mostrados ao público 16 quadros da escritora. No ano seguinte, o curso Cidades por escrito, também no IMS-RJ, reservou uma de suas seis aulas para Brasília, retratada de modo excepcional por Clarice em duas crônicas, publicadas no Jornal do Brasil e posteriormente recolhidas em A descoberta do mundo, de 1984. Em dezembro de 2011, integrando-se à Hora de Clarice, comemoração do aniversário de nascimento da escritora, o IMS-RJ promoveu conferência de José Miguel Wisnik, professor de literatura da USP. Entre fevereiro e março deste ano, o IMS promove o curso Clarice Lispector, uma aprendizagem, com aulas de Benjamin Moser, Nádia Battella Gotlib, Vilma Arêas e Carlos Mendes de Sousa. Mais uma parte de um trabalho que há muito vem se desenvolvendo cuidadosamente em torno da obra da escritora.

 

Sobre o Livro

 

Clarice Lispector – Figuras da escrita

Carlos Mendes de Sousa

632 pp.

R$ 75

14 x 23 cm

ISBN: 978-85-86707-72-8

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 1 março, 2012 08:12


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!