Paulo Freire inspira coreografia MARCHAS, da Cia. Sansacroma, que estreia na Galeira Olido

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 25 janeiro, 2012 21:12

Paulo Freire inspira coreografia MARCHAS, da Cia. Sansacroma, que estreia na Galeira Olido

Na vida do filósofo e educador Paulo Freire a palavra “autonomia” sempre foi regra, e não exceção. A necessidade pela autonomia moveu-o, ainda criança, a iniciar sua própria alfabetização utilizando gravetos e escrevendo no chão, debaixo de uma mangueira. Essa condição de escolher as leis que regiam seu próprio destino é o que inspirou a diretora artística Gal Martins, da Cia Sansacroma, a criar o espetáculo MARCHAS, que estreia dia 02 de fevereiro de 2012 na Galeria Olido (Av. São João, 473, Centro, São Paulo). A temporada tem entrada franca e vai até o dia 05 de fevereiro.

 

Contemplado pela 10ª Edição do Programa de Fomento à Dança para cidade de São Paulo, o projeto MARCHAS, homônimo ao espetáculo, inclui outras ações que vão além da pesquisa e montagem da coreografia, como a formação de público, através das ações de agentes que articularam a solidificação de uma plateia que frua a dança contemporânea com mais regularidade. Gal Martins fala sobre: “Para a companhia, não há produção de obra artística sem pensar no público que vai desfrutá-la, e esse diálogo direto e educacional com a comunidade é essencial. Como já dizia Solano Trindade: ‘É preciso pesquisar nas fontes de origem e devolver ao povo em forma de arte’”.

 

Marchas fecha a trilogia Militantes do Ideal

 

A trilogia Militantes do Ideal tem como mote de pesquisa a militância de personalidades que lutaram em prol da justiça e da igualdade social, como Solano Trindade e Patrícia Galvão, a Pagú. Desse estudo, nasceram os três espetáculo que compõem a trilogia: Solano em Rascunhos (2008) Angu de Pagú (2010) e agora esse Marchas (2012), sobre o pensamento e obra de Paulo Freire, que encerra a investigação sobre homens e mulheres que tentaram e conseguiram, com suas trajetórias, mudar o olhar sobre a causa pela qual militavam. A ideia, segundo a diretora Gal Martins, não é vê-los como heróis, e sim, como pessoas comuns que vivenciaram intensamente uma luta pessoal pelo coletivo: “Escolhi o nome ‘Marchas’ para o espetáculo que fecha essa trilogia porque evidencia exatamente o tipo de provocação que a companhia pretende ter como postura artística”, sintetiza a diretora.

 

A trajetória de Freire sempre chamou a atenção de Gal Martins. As várias contradições encontradas na história do filósofo e educador instigaram a artista. Frases como “Marx para o agora e Jesus para eternidade“, alimentaram a inspiração para um espetáculo. “Paulo era um católico praticante e também marxista, na minha cabeça isso é algo difícil de entender, mas ao mesmo tempo encantador. Considero-me Freiriana em todas as minhas ações, como cidadã, artista, mãe, filha e educadora”, explica a diretora.

 

Segundo Ivan Bernardelli, diretor coreográfico, o espetáculo pode ser resumido no seguinte pensamento: “o homem em busca de sua completude a partir da admissão de sua essência”, dada a força dramatúrgica e estética das coreografias.

 

::: Serviço :::

“Marchas” – Temporadas

De 02 a 05 de fevereiro de 2012

Local: Galeria Olido – Avenida São João, 473 – Centro – Tel (11) 3331-8399 e 3397-0171

Dias e horários: quinta a sábado às 20h e domingo às 19h

Entrada Franca (retirar ingressos com uma hora de antecedência)

Duração: 55 minutos Classificação: 16 anos

 

De 25 de Fevereiro a 18 de Março de 2012

Local: Ninho Sansacroma Fone: (11) 5511-0055

Rua Dr. Luís da Fonseca Galvão, 248 – Pq Maria Helena – Capão Redondo (100 m do metrô Capão Redondo – Linha Lilás)

Dias e horários: aos sábados às 21h e domingos às 19h

Duração: 55 minutos Classificação: 16 anos

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 25 janeiro, 2012 21:12


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel