Albino Saré canta em Atibaia no “Show da Virada”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 dezembro, 2011 03:33

Albino Saré canta em Atibaia no “Show da Virada”

A Prefeitura de Atibaia preparou para a virada do ano mais um show de qualidade e que segue a linha dos shows dos anos anteriores, a de valorização da música popular brasileira. Aos 52 anos de idade, o cantor e violonista Albino Saré – um dos maiores intérpretes do país, que iniciou carreira ao lado de Elis Regina – sobe ao palco da arena do Centro de Convenções para agitar o público na virada de 2011 para 2012. O show começa às 22h de sábado, dia 31, e continua pela madrugada após a queima de fogos programada para a meia-noite.

 

“Mais uma vez, a Prefeitura irá trazer um show de qualidade para a população. A ideia é oferecer um espetáculo que empolgue o público e, ao mesmo tempo, exalte a música popular brasileira. É importante valorizar nossos artistas, resgatar as pessoas que marcaram e continuam marcando nossas vidas”, disse o prefeito Dr. Denig.

 

O público de Atibaia terá a chance de ver um músico que marcou época. Ainda jovem,
Albino Saré participou de um show de Elis Regina. A história de como isso aconteceu merece ser contada. Para participar desse espetáculo, ele teve que passar por uma audição, uma espécie de concurso – eram 950 candidatos para 11 vagas. Nos três dias de teste, Albino viu gente sendo eliminada às centenas, enquanto ele ia permanecendo. Nos minutos finais, depois de já ter dançado vários ritmos e interpretado um texto de Bertold Brecht, canta acompanhado pelo piano de César Camargo Mariano, que, depois de ouvi-lo, pergunta à dama da dança Márika Gidali, coreógrafa do espetáculo: “O que mais falta esse menino fazer para ser aprovado?”.

 

Depois de um aval desse calibre, Albino foi contratado. O show se chamava “Saudades do Brasil” e foi encenado no Canecão e no TUCA, teatros de peso, respectivamente no Rio e em São Paulo. Espetáculo aclamado por público e crítica, ficou em cartaz por sete meses.

 

No repertório, músicas de Milton, Gonzaguinha e Jobim, entre outras. Nos anos 90, Albino Saré entra de cabeça na carreira de cantor, fazendo uma série de apresentações na cidade de São Paulo. Participa de eventos culturais para públicos de mais de mil pessoas. Em 2001, lança o CD “Sete Mil Luas”, que tem uma tiragem de 3 mil cópias.

 

Nesse CD, coloca suas próprias composições e leituras pessoais das músicas de Milton Nascimento e Tim Maia. O público de Atibaia poderá ver e ouvir um artista completo, que emocionou e ainda emociona pelo seu dom de cantar. Para aqueles que ainda não conhecem Albino Saré, vale a pena, de antemão, conhecer uma frase sua: “Cantar para mim é tudo, é quase uma experiência mística”. Como se vê, é um artista de corpo e alma, que promete um show inesquecível.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 dezembro, 2011 03:33


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!