Baseado na rua de trás, montagem da Outra Cia. De Teatro, em cartaz no teatro Glaucio Gill

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 novembro, 2011 11:56

Baseado na rua de trás, montagem da Outra Cia. De Teatro, em cartaz no teatro Glaucio Gill

H é lançado numa cidade estranha e, num esforço kafkiano, tenta se enquadrar. A cidade tem suas próprias regras e o protagonista se perde numa espécie de labirinto, buscando seu lugar naquela estranha sociedade.  “Baseado na rua de trás”, texto de Mateus Tiburi e direção de Gustavo Damasceno, estreou em outubro e retorna este mês para temporada no Teatro Glaucio Gill, de 19 de novembro a 19 de dezembro, aos sábados, domingos e segundas, às 21h. Esta é a primeira montagem da Outra Cia. de Teatro, formada por quatro atores da extinta Cia. Laranja Eletrônica.

 

O texto de Mateus Tiburi levanta a questão da identidade e apresenta em cena um jogo de véus, onde o personagem torna-se o ator que o interpreta. Com forte influência de Kafka e o teatro do absurdo, o espetáculo é uma discussão sobre uma das questões fundamentais no palco e fora dele: o “ser ou não ser”. Segundo o autor, a montagem fala sobre escolhas. “Escolher a permanência pela ignorância, o porquê de continuarmos naquele lugar ou naquela situação, que na maioria das vezes é opressora e impositiva, sem sabermos se existe outro lado pra seguir”, explica Mateus.

 

O elenco é formado pelos quatro integrantes da Outra Cia. de Teatro: Mateus Tiburi (Médico, Túlio e Matthew), Carolina Ferman (Amelie e Assistente), Nara Parolini (Enfermeira, Lola e Lolinha) e Thiago Ristow(H e Hugo). Após duas elogiadas montagens, dirigidas por Ivan Sugahara – “Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meu nariz” e “Às  vezes é preciso usar um punhal para atravessar o caminho”, ambas encenadas em 2009, quando formavam com outros seis atores a Cia. Laranja Eletrônica – o grupo dá continuidade à trajetória teatral, buscando um novo olhar com a direção de Gustavo Damasceno, da Cutelaria de Teatro.

 

Inspirada em diversos autores como Kafka, Brecht, Nelson Rodrigues e Stuart Hall, a peça é uma tragicomédia contemporânea e apresenta imposições sociais, muitas vezes despercebidas.  As crises de identidade, os jogos de submissão e aceitação, entre diversas questões da sociedade contemporânea, estão presentes em “Baseado na rua de trás”.

 

Juntos, os quatro atores buscaram um texto que discutisse o momento que estavam passando, contudo, não encontraram um material que fosse fiel ao sentimento do grupo. Mateus então decidiu se lançar na missão de dar forma ao projeto e escreveu o texto em três semanas. “O processo de criação foi longo e tomou uma nova forma, a partir de cada pessoa que entrava no projeto”, explica. “A direção do Gustavo se encaixou perfeitamente em nossa forma de pensar o teatro e juntos, com coragem e amor, construímos esse fragmento de vida que é baseado na rua de trás”, conclui o autor e ator da montagem.

 

Sobre a Companhia

 

Criada em 2010, a OUTRA CIA. DE TEATRO é formada por jovens atores que se conheceram na CAL – Casa de Artes de Laranjeiras e realizaram duas montagens que tiveram destaque na cena teatral carioca. Dois anos após as temporadas, assinadas pela Cia. Laranja Eletrônica, apenas quatro integrantes deram continuidade à carreira teatral e, buscando iniciar um novo projeto, criaram a nova companhia. A primeira peça desta nova etapa conta com um texto próprio e marca a busca de um grupo jovem por uma maneira de produzir, criar e pensar o teatro.

 

Sobre a Direção

 

Formado na CAL – Casa de Artes de Laranjeiras, Gustavo Damasceno trabalhou em diversos espetáculos na Cia. Teatral Ovelhas Negras como ator, dire­tor e autor. Em 2003, começou a trabalhar com a Cia. Amok Teatro, participando como ator do espetáculo MacBeth, de William Shakespeare (2004 – 2008) e do espetáculo “Savi­na”, de Mateo Maximov (2006 – 2008) ambos com estreia no Centro Cultural Banco do Brasil e turnê pelo Brasil através do SESC – Palco Giratório. Dirigiu o espetáculo “Curtas”, de sua co-autoria com Samantha Schmütz e André Frazzi, com apresentações bem sucedidas em cidades brasileiras. Em fevereiro de 2010, estreou em São Paulo, como ator, no espetáculo “Festa de Família” de David Eldridge, sob a Direção de Bruce Gomlevsky – indicado ao Pre­mio Shell de melhor direção deste ano. Em dezembro de 2009 estreou com a Cutelaria de Teatro, como diretor e dramatur­go, o espetáculo “Sr. Fox”, no circuito SESI-RJ. E esteve, nos meses de julho e agosto de 2010, em cartaz com o mesmo espetáculo, no Teatro Municipal do Jockey no Rio de Janeiro.

 

Ficha Técnica

 

Texto Mateus Tiburi

Direção Gustavo Damasceno

Elenco Carolina Ferman, Mateus Tiburi, Nara Parolini e Thiago Ristow

Cenário Claudiney Barino

Figurino Jael de Oliveira

Trilha sonora Carlos Bernardo
Vídeo Mario Franca
Iluminação Renato Machado
Programação Visual Thiago Ristow
Direção de movimento e coreografias Edney D’Conty
Produção Ludmila Teixeira
Realização Outra Cia de Teatro.

 

::: Serviço :::

“BASEADO NA RUA DE TRÁS”

Reestreia dia 19 de novembro

Até 19 de dezembro

Sábado, domingo e segunda, às 21h

Teatro Glaucio Gill

Praça Cardeal Arcoverde s/n – Copacabana

Informações: (21) 2332-7904

Funcionamento da bilheteria: de quarta a segunda, a partir das 16h.

Capacidade: 140 lugares

Classificação etária: 16 anos.

Duração: 150 minutos, com intervalo entre as duas peças.

Ingressos: R$20 (inteira)/ R$10 (meia)

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 novembro, 2011 11:56


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

MIB: Homens de Preto

Facebook

Kardec