Theatro Municipal do Rio de Janeiro apresenta “Romeu e Julieta”, com música de Prokofiev

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 outubro, 2011 01:43

Theatro Municipal do Rio de Janeiro apresenta “Romeu e Julieta”, com música de Prokofiev

A mais famosa história de amor da literatura mundial, Romeu e Julieta, de William Shakespeare, inspirou incontáveis criações artísticas através dos séculos. No ballet não foi diferente e rendeu, entre outras, a coreografia homônima criada em 1958 pelo coreógrafo John Cranko, que integra o repertório de algumas das mais célebres companhias do mundo.

 

Ausente há 30 anos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Estado de Cultura, Romeu e Julieta está de volta pelas mãos de três célebres ex-bailarinos, estrelas do Stuttgart Ballet, para quem o coreógrafo criou esta obra: Márcia Haydée, Richard Cragun e Thierry Michel. A temporada, que estreia em 16 de outubro, contará com oito dos principais nomes do Ballet do TMRJ, dirigido por Hélio Bejani, revezando-se nos papéis-título: Márcia Jaqueline, Cláudia Mota, Bettina Dalcanale e Renata Tubarão como Julieta, e Filipe Moreira, Denis Vieira, Lúcio Kalbush e Cícero Gomes interpretando Romeu. A Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal será conduzida pelo maestro convidado Javier Logioia Orbe.

 

“Romeu e Julieta foi dançado apenas uma vez pelo Ballet do Theatro Municipal, há trinta anos. Trazer esta obra magnífica novamente ao palco coroa o trabalho que vem sendo tão bem desenvolvido pela nossa companhia, que este ano já apresentou Giselle e Gala Rolland Petit: o desafio de manter acesa a tradição e excelência do ballet clássico e privilegiar, da mesma maneira, o trabalho dos grandes coreógrafos contemporâneos”, enfatiza a presidente da Fundação TMRJ, Carla Camurati.

 

Uma das maiores bailarinas do século XX, a brasileira Márcia Haydée, que inspirou grandes coreógrafos como Cranko, Neumeier, Forsythe, Béjart e Kylian a criarem especialmente para ela, está entusiasmada com o nível técnico e artístico do Ballet do Theatro Municipal: “Fiz questão de usar só os bailarinos da casa nesta montagem. Eu os vi recentemente em Giselle. Não me lembro de ter visto um nível tão alto de todo o corpo de ballet. A companhia tem um tesouro nas mãos, é ouro puro”, elogia. Para esta remontagem, Márcia acredita que o melhor que pode passar aos bailarinos é o que aprendeu com Cranko: “Cada um tem sua própria expressão, sua verdade. É importante que eles tragam isso para o palco. Este ballet exige, além da técnica, muito da interpretação e da emoção do bailarino. A coreografia será sempre a mesma mas o ballet não deve ser uma cópia, precisa ser autêntico. Quero que o público chegue aqui e pense que o ballet foi feito agora, para esta companhia”, explica.

 

Criada por John Cranko em 1958 para o Ballet do Teatro Alla Scala de Milão, com música de Prokofiev, Romeu e Julieta foi apresentada em 1962 pelo Stuttgart Ballet, no Wurttemberg State Theatre, em Stuttgart, já totalmente revisada. Foi também o balé que marcou o debut da companhia alemã nos EUA, com Márcia Haydée e Richard Cragun nos papéis-título, em junho de 1969, no Metropolitan Opera House, em Nova Iorque. No Theatro Municipal do Rio, a estreia desta versão aconteceu em 1981, com Ana Botafogo, Áurea Hammerli, Márcia Haydée e Natalia Makarova revezando-se como Julieta e Fernando Bujones, Fernando Mendes, Richard Cragun e Stephen Jefferies, no papel de Romeu.

 

A Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal interpretará a música de Prokofiev, sob a regência do maestro Javier Logioia:“Tenho a honra de dirigir mais uma vez neste amado Theatro Municipal, e com um ballet como é Romeu e Julieta, de Prokofiev. A música deste compositor russo é de admirável inspiração, rico desenho orquestral e toda a trágica história é perfeitamente descrita em cada intervenção instrumental. Assim, Prokofiev consegue com uma orquestra completa, mais órgão, quatro mandolins e uma extensa banda interna, um clima único e inimitável na história da dança universal. E só uma orquestra tão profissional e capacitada como a OSTM pode deleitar a todos com esta maravilha musical. Felicitações a eles, verdadeiros artífices deste espetáculo!”, exulta Javier.

 

Hélio Bejani, diretor do Ballet do TMRJ, também destaca a ocasião especial: “É um momento verdadeiramente histórico para nossa companhia e em especial para nossos bailarinos. Destaco a presença de minha querida amiga Márcia Haydée, que humildemente passou para nossos artistas toda a sua experiência, sempre com muito carinho e extrema competência. Para nós é um privilégio tê-la aqui como orientadora, uma brasileira que se revelou para o mundo com tamanho brilhantismo”, conclui.

 

Sinopse

 

PRIMEIRO ATO

primeira cena – A Praça do Mercado

Romeu, filho de Lord Montequio, está declarando seu amor pela bela Rosalina.  Ao nascer do sol, a praça começa a se povoar pelos membros das duas famílias rivais: os Capuleto e os Montequio. Os ânimos fervem e a luta começa violenta, até que o Duque de Verona aparece para advertir os contendores que serão punidos com a pena de morte se não terminarem a briga. Romeu e seus amigos Benvolio e Mercucio, relutantes, fazem as pazes com Teobaldo, um dos chefes dos Capuleto.

segunda cena – O Jardim de Julieta na Mansão dos Capuleto

Julieta recebe de sua mãe, Lady Capuleto, seu primeiro vestido de baile, sendo aconselhada a usá-lo no encontro com o Príncipe Paris, que se tornará seu noivo no dia seguinte. Agora já é uma moça e tem que dizer adeus às suas brincadeiras infantis.

terceira cena – Defronte ao Palácio dos Capuleto

Os convidados aparecem para o baile dos Capuleto, entre estes Rosalina. Romeu e seus amigos, mascarados, seguem-na, entrando no baile.

quarta cena – O Salão de Baile

Julieta dança com Paris, mas repentinamente ela e Romeu se encontram. É amor à primeira vista. Teobaldo, suspeitando da presença de Romeu, tenta molestá-lo, mas o pai de Julieta o aconselha a respeitar as regras de hospitalidade.

quinta cena – O Quarto de Julieta

No balcão de fora de seu quarto, Julieta sonha com Romeu. Ele aparece embaixo, no jardim. Os dois declaram seu amor eterno.

 

INTERVALO

 

SEGUNDO ATO

primeira cena – A Praça do Mercado

Uma festa carnavalesca anima todos os presentes. Romeu, indiferente à alegria coletiva a seu redor, é descoberto pela ama de Julieta, que lhe entrega uma carta dela. Na carta, Julieta pede a Romeu para encontrá-la na capela de Frei Lourenço.

segunda cena – A Cela de Frei Lourenço na Floresta

Em sua cela, Frei Lourenço abençoa os jovens amantes, unindo-os pelo matrimônio.

terceira cena – A Praça do Mercado

No auge da festa carnavalesca, Romeu volta à praça. Teobaldo provoca-o, mas Romeu não aceita lutar. Mercucio, furioso, inicia um duelo com Teobaldo e, ferido, morre. Romeu, alucinado, luta com Teobaldo, matando-o.

 

INTERVALO

 

TERCEIRO ATO

primeira cena – O Quarto de Julieta

Os jovens amantes despertam com o nascer do sol e Romeu, já com a sentença de exílio, deve deixar Julieta e Verona. Lord e Lady Capuleto entram com Paris, mas Julieta o rejeita.

segunda cena – Na Cela de Frei Lourenço na Floresta

Julieta pede socorro a Frei Lourenço, de quem recebe uma poção que a fará dormir, simulando estar morta. Frei Lourenço avisa a Julieta que Romeu irá encontrá-la no mausoléu da família e ambos fugirão.

terceira cena – O Quarto de Julieta

Julieta aceita o casamento com Paris. Assim que este sai com seus pais, ela toma a poção e cai desfalecida, sendo julgada morta quando suas amigas a descobrem.

quarta cena – No Mausoléu da Família Capuleto

Romeu, que nunca recebera o aviso de Frei Lourenço revelando o plano, acredita que ela está realmente morta e corre para seu túmulo. Lá, encontra-se com Paris, velando o corpo de Julieta e mata-o. Abraçando-se a Julieta, pela última vez, mata-se com seu punhal. Julieta desperta, encontrando Romeu morto. Alucinada de dor, também suicida-se.

 

::: Serviço :::

Romeu e Julieta

Ballet e Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Música: Sergei Prokofiev

Coreografia: John Cranko

Remontagem: Márcia Haydée, Richard Cragun e Thierry Michel

Solistas:

Márcia Jaqueline e Filipe Moreira

Cláudia Mota e Denis Vieira

Bettina Dalcanale e Lúcio Kalbusch

Renata Tubarão e Cícero Gomes

Cenários e figurinos: Jürgen Rose

Iluminação: José Luiz Fiorruccio

Diretor Artístico do BTM: Hélio Bejani

Regência: Javier Logioia Orbe

Temporada:

Estreia: 16 de outubro, às 17h

Dias 18, 19, 20, 27, 28 e 29 de outubro às 20h

Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Praça Floriano s/n° – Centro

Informações: 2299-1711

Ingressos

 

Plateia e balcão nobre – R$ 84,00

Balcão superior – R$ 60,00

Galeria – R$ 25,00

Frisas e camarotes – R$ 504,00

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 outubro, 2011 01:43


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!