Exposição inédita com pinturas de Mira Schendel é apresentada no IMS-RJ

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 setembro, 2011 03:27

Exposição inédita com pinturas de Mira Schendel é apresentada no IMS-RJ

O Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro abre em 10 de setembro (sábado), às 17h, a exposição Mira Schendel, pintora, com 27 obras da artista plástica suíça radicada no Brasil. Na abertura, será realizada uma mesa-redonda aberta ao púbico com a participação da curadora e historiadora Maria Eduarda Marques, do crítico de arte Ronaldo Brito e do artista plástico José Resende. Os lugares são limitados.

 

A exposição reúne alguns dos melhores exemplos da pintura de Mira Schendel (1919-1988), produzidos entre os anos de 1950 e 1980, pertencentes a acervos de coleções particulares e instituições.

 

Ao longo de sua carreira, Mira Schendel trabalhou com diferentes materiais e linguagens, sendo mais conhecidos seus trabalhos em papel, tais como as monotipias e os objetos gráficos. Mas a pintura sempre permeou sua trajetória artística. Na mostra, serão apresentadas obras que exemplificam as diversas fases da produção pictórica da artista. Entre as décadas de 1950 e 1960, Mira Schendel produziu naturezas-mortas e telas que podem ser relacionadas com a obra do pintor italiano Giorgio Morandi, bem como óleos e têmperas nos quais introduziu letras e palavras. Na mesma época, a artista realizou as chamadas pinturas matéricas, que apresentam texturas compactas, como massa, cimento e areia.

 

Já nos anos 1980, Mira passou a produzir têmperas monocromáticas de superfície fosca e aveludada, sobre as quais aplicava figuras geométricas em folha de ouro ou traçava formas quase invisíveis com linhas tênues e leves incisões. A mostra também apresenta exemplos dos Sarrafos, obras que tensionam as fronteiras entre a pintura, a escultura e o desenho. Segundo a curadora Maria Eduarda Marques, em Mira Schendel, pintora, é possível perceber que muitos dos conteúdos que a artista desenvolveria em outros suportes (questões ligadas à fenomenologia, por exemplo) surgem primeiramente de suas experiências no campo da pintura.

 

Sobre o catálogo

 

No mesmo dia da abertura da exposição será lançado o catálogo homônimo com a reprodução das obras expostas e texto da curadora Maria Eduarda Marques. Além disso, a publicação reúne uma seleção de textos históricos sobre a pintura de Mira Schendel dos críticos Mário Pedrosa, Mario Schenberg, Theon Spanudis, Rodrigo Naves e Ronaldo Brito, e depoimentos inéditos de três pintores contemporâneos: Marco Giannotti, Sérgio Sister e Paulo Pasta, cujos trabalhos dialogam com aspectos da produção de Mira.

 

::: Serviço :::

Mira Schendel, pintora

Vernissage10 de setembro de 2011, às 17h

Mesa-redonda com a curadora Maria Eduarda Marques, o crítico de arte Ronaldo Brito e o artista plástico José Resende, às 17h.

LUGARES LIMITADOS

Exposição: de 10 de setembro a 20 de novembro de 2011

De terça a sexta, das 13h às 20h

Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h

Entrada franca

Classificação livre

De terça a sexta, às 17h, visita guiada pelas exposições. Ponto de encontro na recepção.

Visitas monitoradas para escolas: agendar pelo telefone (21) 3284-7400.

 

Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro

Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea

Tel.: (21) 3284-7400

www.ims.com.br

http://twitter.com/imoreirasalles

www.blogdoims.com.br

 

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 setembro, 2011 03:27


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook