SWU 2011 confirma mais cinco DJs e novas atrações

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 29 julho, 2011 05:46

SWU 2011 confirma mais cinco DJs e novas atrações

SWU Music and Arts Festival promete ao público as mais agitadas noites de música eletrônica dos últimos tempos: o line-up da tenda Greenspace do festival tem confirmadas algumas das principais estrelas da cena eletrônica mundial na atualidade. No dia 13, o SWU recebe o holandês Afrojack, um dos grandes nomes da house music mundial, presença constante na lista TOP 10 da conceituada revista DJ MAG.

 

No dia 14 é a vez do também holandês Joris Voorn, reconhecido como um dos principais produtores e DJs da cena contemporânea; do inglês Nic Fanciulli, um verdadeiro “pop star” do mundo eletrônico com apenas 24 anos de idade; dos alemães do duo  M.A.N.D.Y., que prometem incendiar a pista do SWU com sua mistura de HouseTechno e Electro – Pop; e de Loco Dice, o energético DJ e produtor alemão de origem tunisiana que atua em Nova Iorque e adora o Brasil.

 

A este dream team da música eletrônica somam-se – até o momento – os já confirmados DJs Sven VäthFrankie Knuckles e James Murphy.

 

SWU terá três palcos – além da tenda de música eletrônica, a Greenspace – que receberão 70 atrações nacionais e internacionais, entre os dias 12 e 14 de novembro, na cidade paulista de Paulínia.Além dos DJs, já foram confirmados os nomes de Peter GabrielMegadethThe Black Eyed Peas,Snoop DoggDamian MarleySonic Youth, Faith No MoreMichael Franti & Spearhead311Primus,Miyavi e Down.

 

A venda de ingressos para o SWU (Starts With You – Começa Com Você), que vai acontecer nos dias 12, 13 e 14 de novembro na cidade paulista de Paulínia, reunindo um line up com cerca de 70 atrações nacionais e internacionais, já se iniciou desde segunda-feira, dia 11 de julho. O público poderá adquirir ingressos para Pista (dias isolados) ou Passaporte Pista (pacote de ingressos com desconto para os três dias de festival).

 

Para este primeiro lote o público encontrará ingressos a preços promocionais, até 29 de agosto – após essa data, os ingressos serão comercializados a preços cheios. O preço promocional do ingresso de pista é R$ 210 (R$ 105 meia entrada) e o preço promocional do passaporte é R$ 535,50 (R$ 267,75 meia entrada) – que é o somatório dos preços de três dias, com 15% de desconto.

 

Os ingressos poderão ser comprados pela Internet (www.ingressorapido.com.br) e pelo Call Center(4003-1212) que funciona de segunda a sábado, das 9h às 22h, e nos domingos e feriados das 11h às 22h. Os ingressos podem ser adquiridos ainda em 67 pontos de venda espalhados por todo o Brasil (veja relação completa de endereços e horários de atendimento no serviço abaixo).

 

Quem optar pela compra nos pontos de venda não pagará taxa de conveniência. Pela Internet e Call Center, a taxa de conveniência foi reduzida para 10%, metade do valor cobrado no ano passado.

 

Os pontos de venda terão as seguintes formas de pagamento: dinheiro; Cartões de Crédito (Visa, Mastercard, Diners, Amex, Hipercard, Aura); Cartões de Débito (Visa electron e Redeshop) e Cartão Benefício (Nutricash). O pagamento com cartões de crédito poderá ser parcelado em até 6x sem juros.

 

No caso das entradas de valor inteiro, cada pessoa poderá comprar até 06 ingressos por CPF.

 

Todos os lotes terão ingressos de meia entrada. Estudantes, aposentados, idosos (acima de 60 anos) e professores da rede pública estadual de ensino de São Paulo podem adquirir 01 ingresso de meia-entrada por CPF.

 

censura do festival é de 18 anos, mas, a exemplo do ano passado, a organização fará esforços junto às autoridades competentes para obtenção do respectivo alvará, na maior brevidade possível, permitindo a entrada de menores.

 

Portadores de necessidades especiais contarão com acesso diferenciado ao local do evento e área específica para assistir aos shows de todos os palcos.

 

A venda de ingressos para Camping e Pacote Vip será realizada a partir de agosto, em data a ser posteriormente divulgada.

 

O Festival

 

SWU 2011 terá este ano quatro palcos. São dois principais, o Palco Energia e o Palco Consciência; o palco New Stage, onde se apresentarão novas tendências e bandas alternativas; e a grande tenda de música eletrônica, a Greenspace.

 

As atrações já confirmadas para o festival são The Black Eyed Peas, Snoop Dogg e Damian Marley,que se apresentam no dia 12 de novembro; Peter Gabriel, que se apresenta no dia 13 de novembro; Megadeth e Sonic Youth, que se apresentam no dia 14 de novembroalém dos DJs Frankie Knuckles e James Murphy, que se apresentam no dia 12, e Sven Väth, que se apresenta no dia 14. Neil Youngtambém participa do evento como palestrante do Fórum de Sustentabilidade.

 

Para receber o festival, a cidade de Paulínia reservou um local com uma área total de 1.700.000 m2 – dos quais 445.000 m2 serão a área da Arena. Na área restante estarão distribuídos cinco parques para Camping, com espaço para até 2.500 barracas (até 10 mil pessoas), banheiros com água reutilizada e temporizador, estacionamento próximo, praça de alimentação e área de convivência.

 

Atrações já confirmadas

 

Peter Gabriel & The New Blood Orchestra

 

Sem dúvida um dos músicos mais criativos da história da música mundial, o britânico Peter Gabriel teve uma carreira marcada por inovações: no início do anos 70 foi um dos fundadores de uma das principais bandas da história do rock, o Gênesis – apenas com o Gênesis, sem contar sua carreira solo, vendeu 150 milhões de discos. Em 75 abandonou a banda, passando a flertar com gêneros como o pop e o folk. Em 77, lançou seu primeiro álbum solo. Nos anos 80, junto com músicos como David Byrne, consagrou-se como um dos principais nomes do gênero conhecido como world music, onde opop ganhava contornos inusitados, como o batuque africano e a música indiana. Em 1986, tornou-se um superstar, com o lançamento do álbum So, que tinha hits como Sledgehammer, que até hoje mantém o título de clipe mais executado na MTV. Também criou a trilha sonora do filme Passion, de 1989, outro grande sucesso. Nos anos 90, Gabriel lança Us (1993) e mais de dez anos depois, lança Up (2004), com grande sucesso de crítica e público. O novo álbum de Peter Gabriel, “Scratch My Back”,  foi lançado em fevereiro deste ano, com covers orquestradas (somente instrumento de cordas e vocais) de David Bowie, Paul Simon e Neil Young, entre outros. Desde março deste ano, Peter está excursionando com a The New Blood Orchestra, com um show sem guitarras e baterias que já foi visto em toda a Europa e foi considerado pela crítica como “imperdível”.

 

Site oficial: http://www.petergabriel.com]

 

Megadeth

 

 

Considerada uma das maiores bandas do gênero conhecido como thrash metal, o Megadeth foi fundada nos Estados Unidos em 1983 pelo vocalista e guitarrista Dave Mustaine, que fez parte do Metallica. Desde sua criação, a banda lançou doze álbuns de estúdio, quatro álbuns ao vivo, dois EP e cinco compilações. Embora tenha conquistado a fama rapidamente, a banda ficou famosa no início devido a seus constantes problemas de troca de formação – em 24 anos de atividade, 20 músicos já tocaram com Mustaine, o único presente em todas as formações. Após conseguirem se estabilizar, lançaram diversos álbuns premiados com discos de ouro e platina e foram indicados ao Grammypelo CD Countdown To Extinction em 1992. Em 2002 o grupo foi dissolvido, após Mustaine descobrir uma séria lesão no nervo do braço esquerdo, mas após dois anos de longa fisioterapia, foi declarado recuperado e decidiu voltar a ativa com o lançamento de The System Has Failed. Desde então, a banda lançou outros dois álbuns: United Abominations (2007) e Endgame (2009). O grupo já vendeu mais de 25 milhões de álbuns. Em 2010 participaram da turnê Big Four, que reunia os quatro maiores expoentes do thrash metal no mundo (além do Megadeth, as bandas Metallica, Slayer e Anthrax).

 

Site oficial: http://www.megadeth.com

 

The Black Eyed Peas

 

 

Misturando hip hop, música eletrônica e R&B, o The Black Eyed Peas se tornou, em apenas 16 anos de existência, um dos mais importantes grupos musicais da atualidade. Formado na Califórnia em 1995 e composto por Will.I.Am, Apl.de.ap, Taboo, e Fergie, a banda já vendeu mais de 30 milhões de álbuns e 41 milhões de singles em todo o mundo. Desde 2003, com o lançamento de Elephunk, o grupo nunca mais saiu das paradas. Em 2009, tornaram-se um dos 11 artistas na história a conseguir ter hitsno primeiro e segundo lugares da parada Billboard Hot 100. Apenas este ano, os hits do grupo estiveram no topo das paradas por 30 semanas consecutivas. Outro hit, “I Gotta Feeling”, tornou-se o primeiro single a vender mais de 1 milhão de downloads no Reino Unido. Em fevereiro de 2011, o grupo se apresentou no Super Bowl.  O segundo single do álbum “The Beginning”, lançado em 2010, foi “Just Can’t Get Enough”, cujo vídeo foi filmado no Japão uma semana antes do terremoto de 2011. A canção foi dedicada a amigos e à população do país. Além de dezenas de outros prêmios em todo o mundo, oThe Black Eyed Peas já ganhou seis vezes o Grammy Award. Depois de passar pelo Brasil no ano passado com uma turnê Th End lotando estádios em 9 capitais, a banda traz ao país que adora sua mais nova turnê e produção.

 

Site oficial: http://www.blackeyedpeas.com

 

Faith No More

 

 

O Faith No More foi formado em São Francisco, Califórnia, em 1982. Em seus primeiros anos, diversos nomes, incluindo Courtney Love, ocuparam a vaga de vocalista no grupo. Mike Patton entrou no Faith No More poucas semanas antes das gravações do disco The Real Thing, em 89, indo direto para o estúdio onde a banda gravou o álbum, lançado no mesmo ano. O disco é um verdadeiro divisor de águas na carreira do grupo e contribuiu para transformar o Faith No More em um grande sucesso comercial. Em pouco tempo, o grupo conquistou sucesso internacional, acabando por ser considerado uma das maiores bandas de rock dos anos 1990. Entre suas canções de maior sucesso estão “Epic” e “Falling to Pieces” do disco The Real Thing (1989), “Midlife Crisis” e “Easy”, cover do grupo americano The Commodores, as duas do álbum Angel Dust (1992), além de outro sucesso, a canção “Ashes To Ashes” do CD Album of the Year de 1997. A banda ganhou notoriedade no Brasil com a passagem constante do vídeo musical de “Epic” na MTV. Em 98, seus membros decidiram acabar com a banda, anunciando um retorno aos palcos em maio de 2009, para alegria de fãs do mundo inteiro.

 

Snoop Dogg

 

 

O rapper e ator Snoop Dogg começou a carreira como membro do grupo 213, que também incluía Warren G e Nate Dogg, conhecidos mais pelas suas carreiras solo do que pelo trabalho do grupo. Os fãs de hip hop ouviram o estilo malandro de Snoop Dogg pela primeira vez com o filme de Dr. Dre, Deep Cover, e quando apareceu no disco de Dre, The Chronic. Seu primeiro trabalho solo foi o álbum Doggystyle, lançado em 1993, e que se tornou o primeiro disco de estréia de um artista a chegar ao número um da parada geral da Billboard. Somente este álbum já vendeu mais de sete milhões de unidades em todo o mundo e é considerado um dos maiores álbuns de hip hop da história. O segundo álbum, Tha Doggfather, saiu em 1996, também estreando no número um da Billboard. Lançou mais quatro discos solos, em 2002 gravou o clipe de Beautiful no Rio de Janeiro e fundou sua própria gravadora, que lançaria seus três trabalhos posteriores. Seu lado cômico ainda lhe proporcionou uma bem sucedida carreira no cinema, estrelando filmes como Baby Boy, de John Singleton, Dia de Treinamento, com Denzel Washington, Confusões no Lava Jato (que também conta com participação de Dr. Dre), e o filme de terror Bones, entre outros.

 

Por ocasião do lançamento de seu décimo primeiro álbum no ano passado, Doggumentary, Snoop Dogg continuou firme em seu propósito de construir uma relação musical cada vez mais sólida com seus fãs, dando oportunidade – através de sua enorme presença no mundo digital – para que seus admiradores tivessem acesso ao processo criativo de seu novo trabalho. O próprio álbum reflete seu caminho musical e dá indícios de como será seu futuro artístico, com a presença dos bombásticos rapsque o levaram ao estrelato e inesperadas colaborações que fizeram do artista um fenômeno da cultura POP, como o novo e excitante duo The Cataracs, o produtor Lex Luger e o famoso crooner R. Kelly.

 

Site oficial: http://www.snoopdogg.com

 

Damian Marley

 

 

Filho mais novo do lendário Bob Marley, Damian Marley nasceu na Jamaica em 1978 e não chegou a conviver muito com o pai, falecido em maio de 81, quando ainda não tinha completado três anos. Também chamado de Jr. Gong, Damian é filho da ex- miss Mundo Cindy Breakspeare e décimo primeiro filho do cantor. Começou sua carreira aos 13 anos, integrando o grupo The Shepherds e gravou seu primeiro single com o nome de “Dj Degree”. Em 1996, lançou seu primeiro disco solo, “Mr. Marley”. O segundo álbum, “Halfway Tree”, chegou às lojas em 2001 e deu a ele o Grammy de melhor álbum de reggae – o primeiro de três prêmios Grammys que já recebeu. Com “Welcome to Jamrock”, lançado em 2005, Damian alcançou o reconhecimento internacional. O som do cantor parte das coordenadas clássicas do reggae, fundidas com o R&B, o Hip Hop e o Dancehall, para criar uma sonoridade própria, com letras fortemente marcadas pela crítica social. Em 2007, gravou com Gwen Steffani, e em 2008 foi a vez de dividir os vocais com Mariah Carey na canção E=EMC2. Em 2010 gravou uma canção para ajudar as vítimas do terremoto do Haiti. Também em 2010 lançou o aclamado álbum “Distant Relatives” em colaboração com o rapper norte-americano Nas, uma instigante fusão de elementos do hip hop e do reggae que estreou na quinta posição da Billboard 200.

 

Site oficial: http://www.myspace.com/damianmarley

 

Sonic Youth

 

 

O Sonic Youth é uma das mais importantes bandas pioneiras do rock alternativo no cenário internacional. Formada em 1981, o grupo possui um estilo musical que mistura rock alternativo, elementos de noisepost-punk e composições avant garde. Ícone da música e da cultura norte-americana, seu estilo é considerado bastante peculiar e criativo, fundamentado em experimentações melódicas com influências do punk rock e do hardcore. Seu primeiro disco, “Confusion Is Sex, foi lançado em 83, e o mais recente, “The Eternal”, em 2009. Entre os dois, a banda tem outros 13 álbuns.

 

O som do  Sonic Youth foi inspirado nas sinfonias de guitarra de Glenn Branca, no punk do The Stooges, The Velvet Underground e MC5, na poesia punk de Patti Smith e em compositores avant-gardecomo John Cage. Muitas vezes a banda já foi aclamada por redefinir o que uma guitarra pode fazer, ao utilizar uma variedade de afinações alternativas e modificar o instrumento com objetos inusitados, como baquetas e chaves de fenda para alterar o seu timbre.

 

Site oficial: www.sonicyouth.com

 

Michael Franti & Spearhead

 

 

Misturando hip hop com vários estilos musicais, entre eles funkjazzreggaefolk e rock, o cantor, compositor e poeta norte-americano Michael Franti se transformou nos últimos anos em uma das mais criativas vozes da cena musical internacional. Natural da Califórnia, Franti descende de europeus pelo lado da mãe (irlandeses, alemães e franceses) e de negros e índios pelo lado do pai, mas cresceu em uma família adotiva. Começou sua carreira em 1986 em uma banda punk e até 94 teve contatos com artistas de diversas vertentes – do jazz à música eletrônica. Em 1994 formou a Spearhead e, no mesmo ano, lançaram seu primeiro álbum, “Home”. Era o começo de uma carreira frutífera, que já rendeu mais seis álbuns de estúdio, vários singles, álbuns ao vivo e a participação em vários projetos. O penúltimo álbum de Michael Franti e Spearhead, o “All Rockers Rebel”, de 2008, – gravado na Jamaica com os lendários produtores e instrumentistas Sly & Robbie – tornou-se um dos maiores sucessos da carreira do cantor, atingindo o 40.º lugar da Billboard Top 200, e rendeu também o seu maior hit, o 20.º lugar da Billboard “Say Hey (I Love You)”. Famoso por suas atividades e apoios a várias causas sociais,  Frantitambém lançou dois álbuns solos, “Live at the Baobab” (2000) e “Songs from the Front Porch” (2003). O último disco da banda, ”The Sound Of Sunshine”, de maio de 2011, foi recebido pela crítica internacional como um dos mais inspirados trabalhos do artista e é o primeiro a ser lançado no Brasil.

 

Site oficial: http://michaelfranti.com/

 

 

311

 

 

O 311 (pronuncia-se “three eleven”) é uma banda formada em 1988, na cidade norte-americana de Omaha, no Nebraska. Sua estrutura musical incorpora uma variedade de estilos musicais que inclui o rock alternativo, rap metalrap rockfunk rockska punk e reggae. É considerada uma das primeiras bandas a influenciar o gênero conhecido como New Metal. Entre seus principais hits estão as músicas “Down”, “All Mixed up”, “Feel So Good”, “Transistor” e ”Beautiful Disaster”, além de uma versão para “Love Song”, do The Cure, criada para o filme “50 First Dates (“Como se fosse a primeira vez”). Seu primeiro álbum, “Dammit”, foi lançado em 1990, e o mais recente, “Upfliter”, em 2009 – entre eles a banda lançou outros dez CDs. É formada pelo vocalista e guitarrista Nick Hexum, pelo baixista Aaron P-Nut Willis e pelo baterista Chad Sexton, todos fundadores do grupo, mais o guitarrista Tim Mahoney(que entrou em 91) e o DJ e vocalista Doug SA Martinez (que passou a fazer parte da formação em 92).

 

Site oficial: http://www.311.com/

 

 

Primus

 

 

Primus é uma banda norte-americana formada em 1984 cujo álbum de estreia, “Suck On This”, foi gravado ao vivo e lançado de forma independente. Algumas músicas deste primeiro disco foram regravadas no primeiro álbum de estúdio da banda, “Frizzle Fry”, lançado em 1990. O material restante seria usado nos álbuns a seguir, com exceção apenas para a música “Jellikit”, que ganhou mais tarde uma versão alternativa. Com a boa repercussão dos dois primeiros álbuns independentes, o Primus foi contratado em 1991 por uma editora profissional, a Interscope Records, com quem gravou o álbum “Sailing The Seas of Cheese”, que chegou a ganhar um disco de ouro. Este álbum conta com a participação de Tom Waits em “Tommy The Cat”. Em 1993, com o álbum “Pork Soda”, a banda Primussubiu as paradas dos Estados Unidos, sucesso confirmado em 1995 com o álbum “Tales From the Punchbowl”.  Seguiram-se dois álbuns largamente elogiados pela crítica, “Brown Album”, de 1997, e “Antipop”, de 1999. “Antipop” contou com as participações de James Hetfield, vocalista / guitarrista do Metallica, de Jim Martim, guitarrista original e um dos fundadores do Faith No More, Tom Morello, guitarrista do Rage Against The Machine, Tom Waits, Stewart Copeland, baterista do The Police, e Fred Durst, vocalista do Limp Bizkit. Em 2003 lançaram “Animals Should Not Try To Act Like People”, um pacote com CD e DVD que conta com cinco novas músicas e três horas de vídeo. Nessas três horas estão incluídos todos os videoclipes da banda e filmagens raras. Em 2004 saiu o DVD ao vivo “Hallucino Genetics Live 2004″, gravado em Chicago registrando magistralmente toda a energia da banda.  Em 2006 receberam um convite para gravar para o jogo Guitar Hero do console Playstation, com enorme popularidade entre a juventude, aumentando enormemente seu séquito de fãs.  Em 2006 lançaram um CD com os seus principais hits. Seu mais recente e longamente aguardado disco de estúdio, “Green Naugahyde”, está previsto para se lançado este ano em setembro, quando a banda sairá em turnê mundial.

 

Site oficial:  http://www.primusville.com/

 

 

Miyavi

 

 

O cantor e compositor japonês Miyavi iniciou sua carreira na banda Due’le Quartz, em 1999, com apenas 16 anos, substituindo o guitarrista original, que teve de sair do grupo. Na época, conhecido por Miyabi, ele assumiu a guitarra e o backing vocal e ficou rapidamente conhecido pela habilidade no instrumento e facilidade com a composição. Miyavi permaneceu na banda até seu término, em 2002, quando muda seu nome artístico para Miyavi e resolve seguir carreira solo. Seu primeiro álbum, ”Gagaku”, e seu primeiro vídeo, “Girls, Be Ambitious”, surpreenderam os antigos fãs do Due’le Quartz que se acostumaram a vê-lo de uma forma completamente diferente, tanto artística como fisicamente. O artista já tinha adicionado elementos de outros estilos musicais a sua música. Mesmo assim, em 2004, o maxi-single Ashita, Genki ni Naare atingiu o topo das paradas japonesas. Somente por volta de 2005 Myiavi teve a ajuda de uma banda de apoio na gravação de suas músicas (até então, ele mesmo gravava todos os instrumentos, além de cantar). Seu estilo musical variou muito ao longo dos anos, passando desde o pop mais animado ao pop romântico, rock, eletrônico, com doses de salsa e jazz, entre outros. Miyavi já disse diversas vezes que não sente a necessidade de se manter preso a somente um estilo, a um padrão, preferindo fazer experimentações e mistura de sons,  criando algo único.  A mais nova adição foi o rap/hip hop, com a entrada do grupo Kavki Boiz em sua banda. Em 2007 realizou seu primeiro show nos Estados Unidos, em Las Vegas. Desde 2006, embora mantendo carreira solo, Miyavi integra também a banda S.K.I.N., que fez sua estreia ao vivo em 2007,  em Long Beach, Estados Unidos. Em 2009 casou-se com a cantora pop Melody.

 

Site oficial: http://myv382tokyo.com/

 

 

Down

 

 

Down é uma banda do gênero conhecido como southern rock/metal, formada em 1991 na cidade norte-americana de Nova Orleans. A banda é composta por Phil Anselmo (ex-vocalista do Pantera e do Superjoint Ritual), Pepper Keenan (guitarrista e vocalista de Corrosion of Conformity), Kirk Windstein (guitarrista e vocalista do Crowbar), Pat Bruders ( baixista) e Jimmy Bower (baterista de Crowbar e guitarrista de Superjoint Ritual e do Eyehategod). Seu álbum de estreia, NOLA (iniciais de New Orleans – Louisiana, um conhecido termo para a cena de Doom Metal de Louisiana), lançado em 1995, teve a participação de Todd Strange (Crowbar) e posicionou a banda como uma das grandes influências do rock underground norte-americano. Lançaram mais dois celebrados  álbuns de estúdio, em 2002 e 2007, e já fizeram várias turnês pelo mundo, apresentando-se nos mais conceituados festivais do gênero, como o Ozzfest. No ano passado, a banda lançou um CD e um DVD ao vivo – “Diary of a Mad Band: Europe in The Year of VI”.

 

Site oficial: http://www.down-nola.com/

 

Neil Young (Fórum de Sustentabilidade)

 

 

Reforçando a intenção do festival, que é gerar consciência através da música, um dos principais convidados do Fórum de Sustentabilidade este ano será o cantor e compositor canadense Neil Young, que se tornou famoso nos anos 60 como uma das principais vozes pacifistas da América. Extremamente engajado em causas sociais, como o Farm Aid, projeto idealizado por ele, Willie Nelson e John Mellencamp para ajudar pequenos fazendeiros em dificuldades, Young idealizou junto a uma companhia de Kansas a bem sucedida conversão de seu Lincoln Continental 1959 em um carro que só utiliza energia alternativa (bio-combustível e bateria elétrica) – batizado de “LincVolt” e fez um disco – Fork in the Road – cheio de alegorias e metáforas sobre sua paixão pelos carros e particularmente sobre este projeto que resolveria, segundo ele, o enorme consumo de combustível poluente no mundo.Young foi filmado dirigindo seu LincVolt na Texas Highway entre La Grange e Austin,  cantando ao vivo as músicas do álbum e mostrando a viabilidade do projeto, que resultou no documentário “Get Around”.

 

Djs já confirmados

 

Afrojack

 

 

DJ, produtor e remixer conceituado, o holandês Nick van de Wall, mais conhecido como Afrojack,começou a tocar piano quando tinha apenas cinco anos e, aos 11, começou a fazer música usando um programa de computador. Ainda adolescente, trabalhava em bares em Rotterdam, quando começou a tocar no Las Palmas. Em 2006 foi para Grécia, onde tocou em vários clubes e conheceu seu primeiro sucesso – “F * ck Detroit”. Aos 18 anos de idade, com “Afrojack – In Your Face”, emplacou a posição 60 no Top 100 holandês e o número 3 no Top de dança. Em 2007, Nick começa a tocar com o nome Afrojack e inicia uma grande produção lançada por seu próprio selo, o ’Recordings Wall’. Seguem-se convites para tocar em muitos festivais importantes, como o Mystery Land, Tomorrowland (Bélgica), Extrema Outdoor e Sensation. Um encontro com David Guetta em 2009 resulta no sucesso ”Toyfriend” e em um remix de ”Sexy Bitch”.  Em 2010 se torna um dos grandes nomes dahouse music internacional, aparecendo no top 10 mundial da revista House Mag. Com uma reputação ímpar como produtor, assinou remixes de artistas como Lady Gaga (“Alejandro”) e Madonna (“Revolver”).

 

Site oficial: http://www.afrojack.com/

 

 

Joris Voorn

 

 

Dono de uma inabalável reputação como DJ e produtor, consolidada através de uma trajetória estelar que se estende desde meados da década passada, Joris Voorn nasceu em Rotterdam, na Holanda. Começou a discotecar em 97 e inicialmente seus interesses eram o  house e o techno, passando depois a investir em sons sintetizados e drumloops. No final de 2000 criou um pequeno estúdio para produzir sua própria música. Em 2003, lançou “Lost Memories”, partes 1 e 2 – o segundo continha o hit“Incident”, um enorme sucesso nas pistas de dança de todo o mundo. Com isso, os álbuns seguintes de Voorn ganharam lançamentos em todo o mundo e, no verão de 2007, ele saiu em turnê internacional. Junto com o amigo Edwin Oosterwal criou em 2006 a gravadora “Rejeitada”. Tem produzido remixes para artistas diversos como Robert Babicz, Nic Fanciulli, Slam, Steve Angello e Sebo Sydenham Jerome. Tendo se estabelecido como um dos principais produtores e DJs do mundo, Jorisestá embarcando em um novo projeto chamado “A Green Night”, que cria eventos em vários festivais e clubes, explorando as possibilidades da música combinada com artes visuais. Já se apresentou em toda a Europa, Japão, Hong Kong, China, Cingapura, Australia, Rússia, Brasil, Colômbia, Israel e nas principais cidades americanas.

 

Site oficial: http://www.myspace.com/jorisvoorn

 

Nic Fanciulli

 

 

DJ e produtor, Nic Fanciulli está constantemente ligado às paradas de sucesso, seja com seu próprio nome ou assinando produções como Buick Projet e Skylark. Natural de Maidstone (Kent), na Inglaterra,Nic começou sua carreira nas pick-ups aos 16 anos. Em pouco tempo suas músicas chamaram atenção de estrelas da cena eletrônica como Deep Dish, Pete Tong, Erick Morillo, Roger Sanchez, Steve Lawler e Sander Kleinenberg.

Aos 19 anos, Fanciulli criou sua própria gravadora, a “Portent Records”, tendo como primeiro lançamento “Drifting”, de Mojalators. Com atuações e residências em clubes e eventos conceituados como o Cream, “Radio 1 Weekends” em Ibiza, o palco “Radio 1″ no festival Homelands, Shindig, Passion, Circus e Turnmills, o DJ se tornou um pop-star no gênero eletrônico. Além de consagradosremixes, seus temas originais também alcançaram sucesso nas pistas ao redor do mundo, como a música “That’s More Like It”. Com apenas 24 anos, já foi indicado para o Grammy na categoria de melhor remix e está na lista dos melhores DJs do mundo da revista DJ Mag.

 

Site oficial: http://www.nicfanciulli.com/

 

M.A.N.D.Y.

 

 

Há um ar de mistério que envolve o verdadeiro significado por trás da sigla do M.A.N.D.Y., um apelido que incorpora os talentos múltiplos dos amigos de infância Philipp Jung e Patrick Bodmer.   O duo transita entre o House,  o Techno e o Electro – Pop e, desde o começo, vem se destacando com suas produções e remixes que fazem para artistas como Sugarbabes, SiliconSoul, Joakim, e tantos outros da atual cena de música eletrônica. Juntos com o DJ T e o duo Booka Shade são donos do selo alemãoGet Physical,  que em pouco tempo tornou-se uma das gravadoras mais importantes do mundo e foi eleita em 2005 pela DJ Mag a melhor do mundo no gênero. Inovando com sons e batidas encorpadas e com muito movimento, o selo já lançou mais de 1.500 artistas, entre eles Steve Lawler, DJ Hell, Steve Bug, DJ T., Booka Shade, Jay Haze, 2000 and One, Monika Kruse e Dubfire. Os principais releases são as séries “Body Language” (que teve seu volume 10 lançado este ano), mixadas por grandes nomes de peso, e “Full Body Workout”, lançada em vinis duplos, desde 2004. Além do som, as apresentações doM.A.N.D.Y. se utilizam ainda de um incrível jogo de luzes, através de um projeto revolucionário de uso de luzes infravermelhas.

 

Site oficial: http://www.myspace.com/getmandy

 

Loco Dice

 

 

Loco Dice, ou Yassine Ben Achour,  é um dos mais importantes DJs e produtores alemães de música eletrônica, nascido na cidade de Düsseldorf. Sua família é originária da Tunísia. Além de DJ, Locotrabalhou no início de carreira como Hip-Hop e rapper, apresentando-se na Alemanha com artistas como Usher, Ice Cube, Jamiroquai, Snoop Dog e Kelly Rowland.  Seus contatos no meio artístico lhe abriram as portas para atuar como DJ e acabou se tornando residente do clube 10 DC, em Ibiza. Locotrabalhou também como VJ na MTV. Em 2008, lançou seu primeiro álbum para o selo Desolat e, desde então, já gravou para labels importantes como Ovum, M-nus, Cadenza e Cocoon. Em 2009 deixou a Alemanha para fixar-se em Nova Iorque, disposto a mudar de ares e influências musicais. Loco Dice se diz apaixonado pelo Brasil, já tendo composto uma música chamada “Menina Brasileira”.

 

Site oficial: http://www.locodice.com/

 

Sven Väth

O “über DJ” alemão Sven Väth é um dos reis do gênero techno. Dono do selo CocoonSven é responsável pela festa que é considerada uma das melhores parties de Ibiza há sete anos. Dez entre dez DJs listam Sven como uma referência. Com uma carreira iniciada em 1982, no lendário clube Dorian Gray, o alemão nunca mais saiu dos holofotes. Considerado desde o início um dos precursores do techno e do trance,  Väth é conhecido pelos seus sets de longa duração e energia inesgotável. Apesar de estar ligado a sonoridades mais pesadas, o artista consegue sempre surpreender o público, incluindo temas mais melódicos nos seus alinhamentos. Considerado por muitos a única verdadeira estrela musical alemã da cena eletrônica, Sven traz ao SWU o fabuloso universo Cocoon.

 

Frankie Knuckles

 

 

Natural de Nova Iorque, Frankie Knuckles é DJ produtor musical e um mago dos remixes. Desempenhou um papel importante no desenvolvimento da house music em Chicago na década de 1980 – seu trabalho como produtor e remixer ajudou a moldar e a popularizar o gênero, do qual ele é considerado um dos principais precursores. Na década de 80 teve o seu próprio clube, o The Power Plant. Juntou-se ao não menos competente DJ David Morales, um dos monstros da batida 4×4, criando o selo Def Mix Productions, batizando diversos remixes com o estilo “Def Classic Mix”. Seu trabalho à frente do Clube Warehouse é considerado tão importante que, em 2009, a prefeitura da cidade mudou o nome da Avenida onde o clube se situa para Avenida Frank Knuckles. Em 2005, Knuckles foi empossado na Dance Music Hall of Fame por suas realizações como DJ. Uma lenda viva reverenciada por onde passa.

 

James Murphy

 

 

O norte-americano James Murphy é músico, produtor, DJ e co-fundador da gravadora de dancepunkDFA Records. Murphy integrou as bandas Falling Man (de 1988 a 1989),  Pony (de 1992 a 1994) e Speedking (de 1995 a 1997), além de ter sido também técnico de som da banda Six Finger Satellite. Começou a discotecar em 93, usando o nick Death from Above, que mais tarde passaria a ser o nome da gravadora fundada por ele e Tim Goldsworthy. Seu mais conhecido projeto musical é o LCD Soundsystem, que em 2002 ganhou a atenção com o lançamento do single “Losing My Edge”, antes de lançar o primeiro álbum em 2005. O segundo álbum do LCD Soundsystem, “Sounds of Silver”, foi lançado em março de 2007. Recentemente, foi lançada na web uma versão remix deste álbum, intitulado “Sounds like Silver”, com a contribuição de vários DJ’s.

 

A Estrutura

 

A cidade paulista de Paulínia foi escolhida como sede do SWU Music and Arts Festival em função do compromisso do município de transformar a área do Festival no primeiro Distrito de Sustentabilidade, Tecnologia e Entretenimento do País. Com 1,7 milhão de m2, o distrito será um piloto para implementação das melhores práticas de sustentabilidade e urbanismo: contará com captação de energia solar; sistema de refrigeração com tecnologia baseada em água (redução do uso de ar-condicionado); sistema de vácuo para coleta de lixo nas áreas de lazer e cultura; processos de construção e operação de edifícios certificados nível platinum do Green Building Council – LEED Neighborhood Development; redução no consumo de água com uso de grey water/água reciclada; uso extensivo de ciclovias e Rapid Bus Transit (BRT), conectado ao sistema de transporte já existente na cidade; ampliação das áreas verdes e criação de “trilhas” para bicicletas. De acordo com o plano, os primeiros investimentos acontecem já nos próximos 12 meses.

 

Paulínia tem 140 km2, 82 mil habitantes e é a 13ª cidade no ranking dos municípios paulistas pelo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano – classificação adotada pela ONU para medir qualidade de vida). Com 944 mil m2 de parques e bosques, é um dos mais ativos pólos culturais do país (de cada três filmes feitos no Brasil, um é de Paulínia; a cidade conta com um Teatro Municipal que recebe mais de 160 mil pessoas por ano). O município fica a apenas 18 km de Campinas, cuja região metropolitana tem o quarto maior pólo hoteleiro do sudeste brasileiro. Paulínia detém ainda o título de melhor serviço de Saúde da Região Metropolitana de Campinas, de acordo com o IQS (Índice de Qualidade em Saúde) 2010 – elaborado pela Prefeitura Municipal de Campinas em parceria com o Sindicato dos Médicos de Campinas.

 

Para receber o festival, a cidade de Paulínia reservou um local com uma área total de 1.700.000 m2 – dos quais 445.000 m2 serão a área da Arena. Na área restante estarão distribuídos cinco parques para Camping, com espaço para até 2.500 barracas(até 10 mil pessoas), banheiros com água reutilizada e temporizador, estacionamento próximo, praça de alimentação e área de convivência.

 

Além dos quatro palcos montados na arena central, o SWU terá um palco para pocket shows no lounge Vip,  com capacidade para quatro mil pessoas, e o Espaço Village, com praça de alimentação, lojas e conveniência. O espaço vai receber ainda grandes instalações  e exposições de arte em toda a sua área.

 

Dentro do mesmo complexo está o Teatro Municipal de Paulínia, que abrigará a programação do 2º Fórum de Global Sustentabilidade.

 

O local do festival está situado a 120 Km de São Paulo, 18 km de Campinas, 36 km do aeroporto de Viracopos e 1 km da rodoviária de Paulínia. Tem transporte coletivo, está a dois km do hospital mais próximo, e tem pista de acesso asfaltada. A previsão é de que o festival receba um público de 70 mil pessoas por dia, mas a estrutura comporta até 90 mil pessoas por dia.

 

SWU, o Movimento

 

SWU é um movimento de conscientização em prol da sustentabilidade que tem como marco de celebração um festival de música, artes e consciência realizado anualmente. Ao longo do ano ocorrem diversas ações de conscientização e mobilização. A primeira grande iniciativa do movimento em 2011 foi a “Gincana Impacto Zero”, que premiará uma universidade brasileira com R$ 500 mil para implementação de projeto de sustentabilidade. A gincana foi lançada em maio no programaFantástico e em sua primeira etapa engajou universitários de todo o Brasil em provas de coleta e triagem de lixo reciclável, reunindo 138,9 toneladas de resíduos, doados para cooperativas de catadores. A partir de agosto os finalistas da competição participam de um reality show no canal Multishow, com apresentação de Didi Wagner, em que terão de cumprir diversas provas de sustentabilidade para concorrer ao prêmio final (http://www.swu.com.br/impactozero/index.php)

 

Antes da realização do festival acontecem ainda ações itinerantes em faculdades com debates e exposições de fotos, oficinas para o público infantil em parques públicos e concurso de curtas sobre sustentabilidade.

 

Outra das grandes iniciativas do SWU é o Fórum Global de Sustentabilidade, que este ano realiza sua segunda edição durante o período do Festival, no Teatro de Paulínia, diariamente, entre 12 e 14 horas, reunindo grandes pensadores, artistas, ativistas e representantes de Ongs, entre outros.  Haverá ainda mostra de cinema, com a apresentação de curtas, longas, documentários e animações (nacionais e internacionais), sempre com o tema da sustentabilidade.

 

::: Serviço :::

1º lote – Preços promocionais

Pista (preço por dia)

1º Lote: R$ 210,00 inteira / R$ 105,00 meia

Passaporte Pista (preço para 3 dias) *

1º Lote: R$ 535,50 inteira / R$ 267,75 meia

*O preço dos passaportes é o somatório do preço dos 3 ingressos, porém com 15% de desconto.

 

Datas das apresentações

 

PALCOS PRINCIPAIS

12 nov: Black Eyed Peas; Snoop Dogg; Damian Marley

13 nov: Peter Gabriel

14 nov: Megadeth; Sonic Youth

 

GREENSPACE

12 nov: James Murphy; Frankie Knuckles

14 nov: Sven Väth

 

SERVIÇO DE VENDAS INGRESSO RÁPIDO

Site: www.ingressorapido.com.br

Call Center: 4003-1212

Atendimento de segunda a sábado das 9h as 22h, domingos e feriados das 11h as 20h

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 29 julho, 2011 05:46


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook