Pilobolus – Companhia de dança traz ao Brasil novo programa a 5 capitais

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 maio, 2011 12:34

Pilobolus – Companhia de dança traz ao Brasil novo programa a 5 capitais

Uma das principais tendências da dança contemporânea hoje é a união da leveza da dança com a força de atividades acrobáticas. Isso talvez não existisse não fosse pelo Pilobolus, companhia norte-americana que surpreendeu o mundo quando juntou no palco pela primeira vez estas duas vertentes de movimento do corpo humano. Hoje pode até parecer comum, mas, há 40 anos, quando a companhia foi fundada, era uma revolução, um terremoto que sacudiu e mudou para sempre o cenário da dança moderna mundial.

Atualmente muitas companhias usam essa técnica, mas poucas ainda o fazem de forma tão original ou inovadora quanto o Pilobolus Dance Theatre, que celebra este ano seus 40 anos de fundação. Fundada por Moses Pendleton (que mais tarde criaria também o Momix) e Jonatham Wolken, o Pilobolus foi ainda o primeiro grupo moderno a se valer de detalhes como a improvisação cênica e muitos efeitos visuais cenográficos e de luz, apresentando ao público coreografias abstratas, muito diferentes dos então padrões tradicionais da dança.

No final deste mês, dois anos após sua última passagem pelo país, a companhia está de volta ao Brasil, com Metamorphosis, um programa que reúne cinco coreografias. Eles se apresentam nos dias 24 e 25 de maio no Teatro Bradesco, em São Paulo; dia 29 de maio no Teatro Claudio Santoro, em Brasília; dia 31 de maio no Palácio das Artes, em Belo Horizonte; dias 01 e 02 de junho no Theatro Municipal do Rio de Janeiro; e dia 04 de junho no Teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre. A apresentação é uma produção da Dell´Arte Soluções Culturais (www.dellarte.com.br), com patrocínio nacional da Cielo.


O Programa

Metamorphosis constitui-se de cinco peças criadas em períodos distintos da história do Pilobolus:

Untitled”, a primeira delas, é de 1975, e em 14 minutos é uma pantomima sobre o relacionamento entre os diferentes sexos, o amor, a violência, o nascimento e o envelhecimento.

The Transformation”, criada em 2009, é a mais curta das peças escolhidas para a apresentação brasileira – tem cinco minutos, onde se narra a transformação de uma jovem mulher. Uma curiosidade é que a peça foi escrita em colaboração com o escritor, ator, músico e cartunista norte-americano Steven Banks, criador do personagem Bob Esponja.

“Duet”, de 1992, um clássico da história da companhia, com 12 de minutos de duração, não foi encenada por muitos anos e foi recriada agora especialmente para a celebração dos 40 anos do Pilobolus. No palco, a história da afeição entre duas mulheres é mostrada de forma intensa, explorando temas como a intimidade e a esperança de uma união de sucesso.

Redline”, criada em 2009, tem 14 minutos de duração e reúne no palco toda a companhia, tendo sido coreografada por Jonathan Wolken para falar de beleza e futilidade.

“Hapless Hooligan in Still Moving” é a maior das peças selecionadas para a nova temporada brasileira – 28 minutos de duração. É também a mais nova das coreografias de Metamorphosis, tendo sido criada em 2010 em uma colaboração entre Art Spiegelman (artista gráfico premiado com o Prêmio Pulitzer), o diretor artístico Michael Tracy e os dançarinos. É uma tragicomédia romântica sobre o casal Hap e Lulu, separados em vida e reunidos após a morte. No palco, os bailarinos interagem com desenhos (animados por Dan Abdo e Jason Patterson) e com uma trilha sonora que reúne clássicos do jazz e de cabaré, assinada por Rob Kaplowitz, indicado para o Tony, o Oscar da TV Americana.

Todos as peças a serem apresentadas são inéditas no Brasil.


A Companhia

Pilobolus (cristalino) é um zigomiceta fototrópico — um fungo que adora o sol e que aparece nos currais e pastos. Ele cresce em um pedúnculo como uma pequena bexiga, pressurizada por alvéolos de seiva e encimado por um minúsculo chapéu preto cheio de esporos. Quando o tempo e o Pilobolus estão maduros, todo esse esporágio é expelido com força e os pequenos sacos de esporos podem ser atirados sobre uma vaca como palhaços lançados por um canhão. É relatado que a aceleração — de 0-45 mpg no primeiro mm de vôo — é a segunda mais rápida na natureza.

Pilobolus, o organismo artístico, germinou no solo fértil de uma sala de aula no Dartmouth College em 1971. O que emergiu foi um processo coreográfico colaborativo e um enfoque único de compartilhamento em uma parceria, que deu à jovem companhia um novo conjunto de habilidades não-tradicionais mais poderosas para criar coreografias. O grupo foi logo aclamado por sua surpreendente mistura de humor e invenção. Assim, o Pilobolus não tardou a tornar-se uma organização auto-suficiente, com seus membros coreografando, dançando, gerenciando e criando a publicidade de seus próprios programas.

O Pilobolus desenvolveu-se a partir desse coletivo de dança rumo a uma organização única nas artes norte-americanas, com três ramos principais de atividade: Pilobolus Dance Theatre, uma companhia itinerante integrada por sete pessoas; o Pilobolus Institute, um guarda-chuva para toda a programação educacional; e o Pilobolus Creative Services, uma estrutura administrativa que permite coordenar atividade criativa tanto com as organizações comerciais quanto artísticas fora da companhia.

Hoje, o Pilobolus é reconhecido como uma das principais companhias de dança americanas de prestígio internacional. Ele não abandonou, porém, seu ímpeto original. A companhia mantém um profundo esforço colaborativo com um diretor executivo, três diretores artísticos e sete bailarinos contribuindo para um dos mais populares e variados repertórios do gênero. Suas muitas décadas de consistente atividade artística colocam-se agora como um testamento da notável fecundidade e longevidade do grupo.

Todos os setores da companhia estão amarrados a esta missão: criar e manter uma organização artística dedicada à coreografia e à apresentação de obras de teatro dançado no mais elevado nível de imaginação e energia; e metodologia criativa para estimular, educar e expandir o público da dança através da inovação, colaboração e serviço público. O Pilobolus é uma corporação isenta de taxas, não-lucrativa, parcialmente mantida por fundos da Comissão de Cultura e Turismo de Connecticut e por um prêmio do National Endowment for the Arts, além de donativos. A Met Foundation é o patrocinador oficial das turnês do Pilobolus Dance Theatre.

Em 2007 tiveram uma de suas maiores consagrações: foram convidados para se apresentar na cerimônia do Oscar, vista por mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo, apresentando os filmes indicados ao prêmio principal.

Site oficial: www.pilobolus.org


Serviço

SÃO PAULO

Local: Teatro Bradesco
Endereço:
Piso Perdizes do Bourbon Shopping São Paulo – Rua Turiassu, 2100, 3º piso Pompéia
Dias:
24 e 25 de maio (terça e quarta-feira)
Hora:
21h
Programa:
Pilobolus Dance Theatre / Metamorphosis

Vendas:
4002-0019 (Disque Dell´Arte Nacional)
11 2063-5087 (Cia dos Ingressos)

Horário de atendimento bilheteria: de domingo a quinta das 12h às 20h, sexta e sábado das 12h às 22h
(11) 3670-4121 (Bilheteria) / 4003-1212 (Ingresso Rápido)

Abertura vendas: abertas
http
://www.ingressorapido.com.br

Censura: 10 anos

Duração: 40min/20min (intervalo)/45min

Site: http://www.teatrobradesco.com.br

Preço:

  • Camarote                                                                       R$ 180,00
  • Plateia (central, fileira de A – W)                                R$ 150,00
  • Plateia (Lateral, fileira de J – W)                                R$ 150,00
  • Plateia (Lateral, fileira de A – I)                                  R$ 150,00
  • Frisa 1. andar                                                                 R$ 110,00
  • Balcão nobre                                                                  R$ 90,00
  • Frisa 2. andar                                                                 R$ 90,00

20% desconto:
Assinantes Folha São Paulo
Flyer eletrônico/impresso promocional Dell’Arte

25% desconto:
Clientes Bradesco tem 25% de desconto no valor do Ingresso* na bilheteria do teatro
Além de um guichê de atendimento exclusivo. (até 4 ingressos/sessão por titular do cartão, limitado a 200 ingressos/ sessão)
Usuários dos cartões Zaffari Card, Bourbon Card e Rancho Card (até 2 ingressos por titular do cartão, limitado a 200 ingressos/ sessão)



BRASÍLIA

Local: Teatro Nacional Claudio Santoro
Endereço:
Eixo Monumental s/n
Dia:
29 de maio (domingo)
Hora:
20h
Programa:
Pilobolus Dance Theatre / Metamorphosis
Vendas:
Teatro Nacional Claudio Santoro: Sala Villa Lobos
Disque:
61 33256256/ 33256239
Censura:
10 anos
Duração:
40min/20min (intervalo)/45min

Preço:

  • Preço único: R$ 140,00 / R$ 70,00 (meia entrada)
  • Meia entrada: Estudante, Clube VIP, Doadores de alimentos
  • Lotação: 1203 lugares

50% desconto:
Flyer eletrônico/impresso promocional Dell´Arte
*descontos não cumulativos



BELO HORIZONTE

Local: Palácio das Artes
Endereço:
Avenida Afonso Pena 1.537, Centro.
Dia:
31 de maio (terça-feira)
Hora:
21h
Programa:
Pilobolus Dance Theatre / Metamorphosis
Vendas:
Palácio das Artes
Informações:
(31) 3236-7400
Bilheteria:
segunda-feira a sábado, de 10h às 21h, e aos domingos e feriados, de 14h às 20h
Call Center Dell´Arte:
4002-0019 (custo de ligação local)
Site:
http://www.fcs.mg.gov.br/home/default.aspx
Censura:
10 anos
Duração:
40min/20min (intervalo)/45min

Preço:

  • Plateia I                         R$ 80,00               (Lotação: 430 lugares)
  • Plateia II                        R$ 80,00               (Lotação: 624 lugares)
  • Plateia superior           R$ 80,00               (Lotação: 500 lugares)

20% desconto:
Assinantes Estado de Minas na compra de até 2 ingressos
Flyer eletrônico/impresso promocional DellArte
* descontos não cumulativos



RIO DE JANEIRO

Local: Theatro Municipal
Endereço:
Theatro Municipal  Praça Floriano – Tel: 2262-3501
Dia:
01 e 02 de junho (quarta e quinta-feira)
Hora:
20h30
Programa:
Pilobolus Dance Theatre / Metamorphosis

Vendas:

Disque Dell´Arte: 3235-8545/2568 8742

http://www.theatromunicipal.rj.gov.br

Censura: 10 anos

Duração: 40min/20min (intervalo)/45min

Preço:

  • Frisa e camarote                             R$ 900,00 (Lotação: 140 lugares)
  • Platéia                                           R$ 150,00 (Lotação: 407 lugares)
  • Balcão nobre                                  R$ 80,00 (Lotação: 330 lugares)
  • Balcão superior                               R$ 90,00 (Lotação: 500 lugares)
  • Galeria                                             R$ 40,00 (Lotação: 724 lugares)

30% desconto:
Flyer eletrônico/impresso promocional Dell´Arte
Assinantes O Globo
* descontos não cumulativos



PORTO ALEGRE

Local: Teatro do Bourbon Country
Endereço:
Bourbon Shopping Country , Av. Túlio de Rose, 80 – 2º andar
Dia:
04 de Junho (sábado)
Hora:
21h
Programa:
Pilobolus Dance Theatre / Metamorphosis

Vendas: Bourbon Country  2º piso (segunda a sábado 10h às 22h)
Tele-entrega Ingresso Show
(51) 8401-0555 ou 3299-0800 (segunda a sexta-feira das 9h às 19h)

Site: http://www.teatrodobourboncountry.com.br

Censura: 10 anos

Duração: 40min/20min (intervalo)/45min

Preço:

  • Plateia baixa                      R$ 100,00
  • Camarote                           R$ 150,00 (Lotação: 59 lugares)
  • Plateia alta                         R$ 80,00 (Lotação: 241 lugares)
  • Mezanino                            R$ 80,00 (Lotação: 100 lugares)
  • Galeria                                R$ 60,00 (Lotação: 68 lugares)

20% desconto:
Flyer eletrônico/impresso promocional Dell´Arte
Clube Assinante Zero Hora
* descontos não cumulativos

[nggallery id=135]

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 maio, 2011 12:34


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook